Gastos com consumo desaceleram e renda pessoal fica estável nos EUA em novembro

Economia

Gastos com consumo desaceleram e renda pessoal fica estável nos EUA em novembro

Redação Folha Vitória

Washington - Os gastos com consumo nos Estados Unidos desaceleraram e a renda pessoal ficou estável em novembro, num sinal que o ritmo de retomada da economia pode ter diminuído após a eleição presidencial.

Os gastos com consumo subiram 0,2% entre outubro e novembro, enquanto a variação da renda foi nula no mesmo período, informou o Departamento de Comércio do país. O resultado ficou aquém das expectativas de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, que previam alta de 0,3% para ambos os itens.

Os gastos com consumo de outubro frente ao mês anterior, entretanto, foram revisados para cima - de +0,3% para +0,4%. Já a renda pessoal foi revista para baixo, de +0,6% para +0,5%.

Os gastos com consumo representam cerca de dois terços do PIB dos Estados Unidos e as despesas domésticas têm sido o principal fator de crescimento econômico. Dow Jones Newswires.