Leilão de energia A-1 movimenta R$ 43,469 milhões

Economia

Leilão de energia A-1 movimenta R$ 43,469 milhões

O resultado do leilão de energia existente "A-1" representou uma economia de R$ 680,6 mil para os consumidores de energia, destacou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

Redação Folha Vitória
Leilão de energia A-1 movimenta R$ 43,469 milhões Foto: ​Divulgação

São Paulo - Foi concluído nesta sexta-feira, 23, o 16º Leilão de Energia de Existente "A-1", com a negociação de 367.920 megawatts-hora (MWh) de energia. O preço médio de venda ficou em R$ 118,15 por (MWh), 1,54% abaixo do preço de abertura do leilão, de R$ 120/MWh. Com isso, em termos monetários, o leilão transacionou R$ 43,469 milhões.

A distribuidora Cemar, controlada pela Equatorial Energia e que atua no Estado do Maranhão, foi a única compradora no certame. Já entre os vendedores estão a Kroma Energia, a MDL e a Suzano.

Foram negociados Contratos de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado (CCEARs), com início de suprimento em 1º de janeiro de 2017 e prazo de suprimento de dois anos.

Economia

O resultado do leilão de energia existente "A-1" representou uma economia de R$ 680,6 mil para os consumidores de energia, destacou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Em nota, o presidente do Conselho de Administração da CCEE, Rui Altieri, afirmou que o resultado do leilão, com negociação de 21 MW médios, ficou dentro da expectativa, tendo em vista que porte do certame é menor. "É importante destacar que os valores praticados foram baixos e o resultado garante o atendimento integral da demanda", declarou, por meio de nota.

Em termos financeiros, o leilão movimentou R$ 43,4 milhões em contratos de fornecimento de energia por dois anos, a partir de 1º de janeiro de 2017. O certame teve como objetivo a venda de energia proveniente de usinas existentes para suprir as necessidades de distribuidoras que atendem o consumidor final. Na prática, apenas a Cemar atuou como compradora.