Produção de petróleo nos EUA deve aumentar em 2017, dizem analistas

Economia

Produção de petróleo nos EUA deve aumentar em 2017, dizem analistas

Redação Folha Vitória

Nova York - O número de poços e plataformas de petróleo em atividade nos Estados Unidos deverá aumentar 30% nos próximos seis meses, segundo a Morningstar. Segundo a consultoria, há uma defasagem de vários meses, mas a produção da commodity deverá crescer nos EUA, o que pode colocar mais petróleo no mercado.

De acordo com a Morningstar, o movimento vai em movimento contrário ao pretendido por países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros que não fazem parte do cartel, que concordaram em reduzir a oferta da commodity a partir de janeiro. Com um possível aumento na produção americana, o acordo da Opep pode não ser implementado, segundo a Morningstar. Citando esse risco, a consultoria mantém a previsão de US$ 55 por barril do petróleo WTI no próximo ano.

Presidente da Ritterbusch & Associates, Jim Ritterbusch afirmou que a produção americana voltará a 9 milhões de barris por dia até o final do primeiro trimestre de 2017. "Seis meses atrás, muitas pessoas não esperariam por isso", disse.

Às 16h48 (de Brasília), o petróleo WTI para fevereiro recuava 0,28%, a US$ 53,62 por barril, na Nymex. Já o petróleo do tipo Brent para março caía 0,33%, a US$ 56,66 por barril, na ICE. Fonte: Dow Jones Newswires.