Odebrecht Óleo e gás conclui reestruturação financeira

Economia

Odebrecht Óleo e gás conclui reestruturação financeira

Redação Folha Vitória

São Paulo - A Odebrecht Óleo e Gás (OOG) informou que concluiu nesta sexta-feira, 22, a reestruturação de sua dívida financeira, com a troca das Notas 2021 e 2022 e das notas perpétuas emitidas por suas controladas. As notas foram trocadas em Nova York dentro das novas estruturas e pelo novo formato acordado com os credores.

Conforme destacou a empresa, as trocas ocorreram após os planos de recuperação extrajudicial da companhia serem homologados pela Justiça do Brasil e a dos Estados Unidos. Com a decisão das duas cortes, os termos da reestruturação passaram a ser obrigatórios e englobaram todos os detentores das Notas 2021 e 2022, assim como os credores corporativos financeiros da empresa e algumas de suas subsidiárias, incluindo os detentores das notas perpétuas emitidas em 2014.

"É um processo que chega ao final, dentro do cronograma estabelecido, o que demonstra o recomeço da empresa e seu olhar para o futuro", disse o presidente da Odebrecht Óleo e Gás, Roberto Simões, por meio de nota.

Conforme destacou o executivo, a reestruturação da dívida aumenta a liquidez e fortalece a posição financeira de curto e longo prazo da companhia, com o equacionamento de sua estrutura de capital. Com isso, acrescentou, a empresa poderá voltar a crescer, "aproveitando as oportunidades a serem criadas com a retomada dos investimentos na indústria de óleo e gás no Brasil".