ES registra mais de 11 mil novas empresas em 2020; delivery é aposta em meio à pandemia

Economia

ES registra mais de 11 mil novas empresas em 2020; delivery é aposta em meio à pandemia

Pessoas que perderam o emprego se reinventaram e resolveram empreender para garantir renda e geração de empregos

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução/Pexels

Diante da realidade causada pela pandemia do novo coronavírus, é comum encontrar exemplos de empresas que encerraram as atividades ou de trabalhadores que foram demitidos durante este ano. De acordo com dados da Junta Comercial do Espírito Santo (Jucees), até outubro de 2020 foram extintas 8.079 empresas. No entanto, o número de abertura de novas empresas é superior ao de extinções.

Na contramão da crise, os dados apontam que houve um aumento no número de novas empresas no Espírito Santo. De janeiro a outubro deste ano, um total de 11.392 negócios foram abertos no estado. Muitos deles são resultado do empreendedorismo e da reinvenção para se adaptar a uma nova realidade.

Empreender em meio a pandemia foi a alternativa encontrada pelo microempresário Ivan Carlos Alves de Melo. Ele trabalhava em uma empresa de transportes e foi demitido há cerca de seis meses. Com o valor recebido pela rescisão contratual, ele optou por abrir o próprio negócio.

Foto: Reprodução
Ivan Carlos abriu a própria empresa após ser demitido

"Eu tinha um sonho de abrir meu próprio negócio, mesmo que em forma de delivery e procurei saber como poderia fazer isso. Depois de resolver os trâmites legais, fui atrás das coisas que faltavam. As maiores dificuldades foi quanto a busca por fornecedores, pois muitos serviços estavam restritos devido a pandemia", conta Ivan Carlos.

Sempre de olho no atendimento ao cliente e buscando oferecer um diferencial, Ivan Carlos conta que o cardápio sempre passa por adaptações para atender as demandas solicitadas. "Temos um cardápio variado de lanches, açaí e porções, mas sempre buscamos oferecer novos produtos, até por sugestões de clientes", disse.

Segundo a Jucees, das mais de 5,8 mil empresas abertas entre julho e outubro deste ano, 75% estão concentradas em 10 municípios capixabas: a cidade que mais abriu empresas foi Vitória (1.100), seguida por Vila Velha (934), Serra (809) e Cariacica (392). Logo depois aparecem Cachoeiro de Itapemirim (317), Linhares (289) e Guarapari (180). Fecham a lista dos dez municípios que mais abriram empresas as cidades de Colatina (177), São Mateus (126) e Viana (95).

Foto: Divulgação/Rico's

A lanchonete aberta pelo Ivan Carlos faz parte dessa lista. Ele, que mora em Viana, registrou o empreendimento no mês de agosto. Atualmente, a operação é realizada no sistema de delivery e atende todo o município, além de diversos bairros de Cariacica. "Já estamos abertos há mais de três meses e queremos crescer cada dia mais. Comecei como uma microempresa, mas quero abrir novos horizontes", afirma o microempreendedor.

Em busca constante pelo crescimento, Ivan Carlos aposta na qualidade dos produtos, preza pelo bom atendimento e vê as redes sociais como um aliado na divulgação do negócio. "Temos registrado um bom crescimento no Instagram e recebo muitas mensagens de clientes que dizem que receberam a indicação de nossa lanchonete. Agora é trabalhar para crescer ainda mais", disse.