Logo_head NOVO (desktop)
Faltam
Dias

Futura: saiba como gestões de Lula, Casagrande e Marianelli são avaliadas em Linhares

Moradores de Linhares avaliaram as gestões do prefeito, governador do Espírito Santo e presidente da República
Foto: Arquivo/Folha Vitória

A pesquisa pré-eleitoral realizada pela Futura no projeto 100% Cidades e divulgada nesta quarta-feira (10) mostra como os moradores de Linhares avaliam as gestões do prefeito, governador do Espírito Santo e presidente da República.

Ao todo, foram 400 eleitores com mais de 16 anos ouvidos entre 27 de junho e 1º de julho de 2024. Na pesquisa, a gestão do governo federal é avaliada como ótima ou boa por 38,9% dos moradores, enquanto 29,0% disseram considerar a administração regular e outros 28,0% avaliam como ruim ou péssimo.

Ao avaliar o governo do Estado, 55,6% apontaram a administração como ótima ou boa, 30,6% dos entrevistados disseram ser regular e 9,6% ruim ou péssima.

Já a prefeitura foi avaliada com uma ótima ou boa gestão por 41,7% dos entrevistados. Outros 28,7% disseram ser regular e 26,0% ruim ou péssima.

LEIA TAMBÉM: Futura: pesquisa indica cenário indefinido para prefeito de Linhares

A Futura também submeteu à avaliação dos moradores da cidade o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), e o prefeito Bruno Marianelli (Republicanos).

Lula foi apontado como um ótimo ou bom presidente por 34,7% dos entrevistados. 24,8% o avaliaram como regular e 34,4% como ruim ou péssimo.

O governador Renato Casagrande foi avaliado como ótimo ou bom por 63,0% dos entrevistados. Outros 26,4% apontaram como um gestor regular e 9,8% como ruim ou péssimo.

Marianelli é apontado como um ótimo ou bom prefeito por 39,5% dos moradores de Linhares entrevistados. 30,8% o consideraram um prefeito regular e 21,9% ruim ou péssimo.

Metodologia da pesquisa

Foram realizadas 400 entrevistas por telefone assistido por computador, entre 27 de junho e 1º de julho de 2024, com eleitores de 16 anos ou mais. A pesquisa tem margem de erro de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiabilidade de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número ES-08076/2024.