logo folha vitória
Faltam
Dias

Pesquisa Futura traz avaliação das gestões de Euclério, Casagrande e Lula em Cariacica

Levantamento aponta como os moradores avaliam as gestões do prefeito, do governador do Espírito Santo e do presidente
Foto: Claudio Postay/ Hélio Filho/ Marcelo Camargo

O levantamento pré-eleitoral realizado pela Futura no projeto 100% Cidades foi divulgado nesta sexta-feira (10). A pesquisa aponta como os moradores de Cariacica avaliam as gestões do prefeito, governador do Espírito Santo e presidente da República.

Ao todo, foram entrevistados 500 eleitores com mais de 16 anos entre 3 e 10 de abril de 2024. Na pesquisa, a gestão do governo federal é avaliada como ótima ou boa por 35,0% dos moradores de Cariacica, enquanto 35,4% disseram considerar a administração regular e outros 25,8% avaliam como ruim ou péssima.

Ao avaliar o governo do Estado, 60,3% apontaram a administração como ótima ou boa, 30,6% disseram ser regular e 7,1% ruim ou péssima.

Já a prefeitura foi avaliada com ótima ou boa gestão por 58,4% dos entrevistados. Outros 29,4% disseram ser regular e 9,6% ruim ou péssima.

LEIA TAMBÉM: Calendário eleitoral: fique por dentro das datas para a eleição

A pesquisa também submeteu à avaliação dos moradores de Cariacica o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), e o prefeito da cidade, Euclério Sampaio (MDB).

Lula é apontado como um ótimo ou bom presidente por 40,6% dos entrevistados, 20,6% o avaliam como regular e 32,3% como ruim ou péssimo.

Casagrande foi avaliado como ótimo ou bom por 62,3% dos entrevistados. Outros 24,8% apontam como um gestor regular e 8,3% como ruim ou péssimo.

Euclério é apontado como um ótimo ou bom prefeito por 71,6% dos moradores da cidade entrevistados, 21,1% o consideram um prefeito regular e 5,7% ruim ou péssimo.

Metodologia da pesquisa

Foram realizadas 500 entrevistas por telefone assistido por computador, entre 3 e 10 de abril de 2024, com eleitores de 16 anos ou mais.

A pesquisa tem margem de erro de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiabilidade de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número ES-02879/2024.