Exposição reúne 20 artistas para celebrar 20 anos do Museu Vale

Mais que uma exposição nova e comemorativa. A Museu Vale traz, com o início da Exposição 20/20, que marca os 20 anos do espaço, uma celebração diversa à formação sólida de artistas modernos, à composição de um público apreciador que já atravessa gerações, e à valorização da arte contemporânea.

Nas palavras do próprio diretor do Museu Vale, Ronaldo Barbosa, que ocupa o cargo desde a inauguração, a exposição não poderia acontecer em um momento anterior, pois agora o fruto de um trabalho estratégico, realizado passo a passo, com participações múltiplas, ganha solidez com o alcance de muitos objetivos importantes.

“Dos 20 expositores, três foram nossos monitores ou assistentes. Além disso, hoje já vemos visitantes que nos conheceram com dez anos de idade e, agora com 30, frequentam o Museu trazendo seus filhos. Estamos formando novas gerações de artistas e público, e isso nos alegra muito”, revela Ronaldo.

Tal contentamento tem uma razão. O Museu Vale, para além de um espaço de exposição de arte contemporânea e memória patrimonial, promove um programa de educação por meio de workshops onde foram atendidos milhares de alunos e do Programa Aprendiz. Este último criado em 2005, a iniciativa já beneficiou 120 jovens de comunidades do entorno, capacitando-os e aproveitando-os em funções relacionadas à montagem e à realização das exposições.

Além disso, o Museu Vale vem se destacando como um estímulo à multiplicidade, à diversidade de tendências e ao aprimoramento da produção artística local. “Com um calendário de exposições e a realização de um seminário anual com temática voltada à discussão da arte contemporânea, o Museu teve um papel fundamental no salto qualitativo da cena capixaba nas últimas duas décadas, na medida em que estabeleceu padrões e objetivos à produção da arte atual”, comenta Ronaldo.

Gerido pela Fundação Vale, o museu torna acessível a toda sociedade capixaba e turistas mostras de qualidade comparável aos melhores museus brasileiros e internacionais. Em duas décadas, somou a presença de 1,7 milhão de visitantes, que conferiram 215 artistas nacionais e internacionais em 48 exposições individuais e coletivas.

Algumas delas foram: Múltiplos, de Joseph Beuys (1999); Fantasma, de Antônio Manuel (1999); Babel, de Cildo Meireles (2006); Salas e Abismos, de Waltercio Caldas (2009/2010); Anticorpos, dos Irmãos Campana (2011); Fermata, de Os Gêmeos (2011/2012); e Vik Muniz, com mostra homônima (2015/2016). Hoje, o Museu Vale detém o Certificado de Excelência do site TripAdvisor pela qualidade do serviço prestado no âmbito cultural.

Exposição

Andréia Falqueto, Bruno Zorzal, Elton Pinheiro, Fernando Augusto, Fredone Fone, Gabriel Borém, Helio Coelho, Jocimar Nalesco, Juliana Pessoa, Leo Benjamim, Luciano Feijão, Luiz Felipe Porto, Miro Soares, Poliana Dalla, Rafael Pagatini, Re Henri, Rick Rodrigues, Sandro Novais, Thiago Arruda e Vilar são os artistas que compõem a Exposição 20/20 com 75 obras. Nascidos ou residentes no Espírito Santo, todos foram selecionados pelo diretor Ronaldo Barbosa e pela curadora institucional do Museu Vale e membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte, Neuza Mendes.

A mostra oferece uma discussão que permeia artes visuais, literatura, tradição, diáspora, territorialidade, arquitetura, urbanismo, afetos, história da arte e ecologia, por meio de trabalhos inéditos em múltiplas técnicas: instalações, fotografias, bordados, gravuras, grafite, pinturas, site specific e desenhos.

Serviço

Até 25/02/2019

Terças a sextas, das 8h às 17h, sábados e domingos, das 10h às 18h

Em janeiro, terças a domingos, das 10h às 18h

Entrada gratuita

Museu Vale – Antiga Estação Pedro Nolasco, s/n, Argolas – Vila Velha/ES

Informações: (27) 3333-2484.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *