Alunos “viajam” para vários países em plena pandemia

As restrições de deslocamento entre países impostas pela pandemia não estão impedindo os alunos do Programa Bilíngue dos 1os anos do Ensino Fundamental I do Centro Educacional Leonardo da Vinci de conhecerem desde o início deste ano vários países. É que eles fazem isso por meio da imaginação, na segurança das salas de aula, para aprimorarem de um jeito lúdico e divertido a fluência na língua inglesa e o aprendizado de aspectos culturais, sociais e geográficos de diversas nações.

De acordo com a coordenadora do Programa Bilíngue da escola, Dora Sodré, o Projeto Geografia, como é chamado, consiste em envolver as crianças, que têm em torno de 6 anos de idade, em uma aventura desafiadora, rica em descobertas, com direito a passaporte, som de avião, controle de imigração, guia turístico, passeios, mapas, bússola, hinos e bandeiras nacionais.

“Durante todo o ano, a cada aula, os alunos visitam um país diferente. Tudo começa em um avião imaginário e os alunos não têm ideia para onde vão naquele dia. Eles colocam os cintos, acompanham a decolagem e o pouso, recebem a bandeira e ouvem o hino do país para tentarem adivinhar onde chegaram. Em seguida, apresentam-se na imigração para terem seus passaportes carimbados. Todas essas etapas são realizadas utilizando somente a língua inglesa para comunicação, tanto os professores quanto os alunos”, explica Dora.

Daí em diante, com o apoio da professora americana Sydney Terrill, a turma começa uma visita guiada pela sala de aula previamente preparada, ou melhor, pelo país a ser visitado, onde são manuseados mapas e apresentados o clima, a cultura, as tradições, os animais, os alimentos, as roupas e os monumentos de cada localidade. O encerramento do dia é feito com alguma atividade prática, como a construção do continente com massinha de modelar.

A iniciativa, para a coordenadora, estimula a curiosidade e, consequentemente, a aprendizagem. “A cada semana, os alunos estão ansiosos para descobrir para onde vão viajar. Como o Projeto Geografia encerra o Programa Bilíngue, ou seja, esses alunos já têm contato com o inglês há cerca de quatro anos, o vocabulário e a fluência em inglês, que já são bons para a faixa etária, melhoram ainda mais, pois eles têm a necessidade e o desafio de se comunicarem com a tripulação, o agente da imigração, o guia e entre eles. O resultado é muito interessante”, conclui a coordenadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *