Mc Koringa: “O funk não precisa falar de baixaria”

Compartilhe esta notícia

Mc Koringa soltou o verbo em uma entrevista exclusiva para o Na Balada e disse: “O funk não precisa falar de baixaria”.

O carioca esteve no estado para uma apresentação à alguns dias atrás e entre um papo e outro ele mencionou que o funk não precisa ser apelativo para ser sucesso. A responsabilidade que um artista da música, independente do gênero, é muito grande sobre o público que vai consumir esse trabalho. Portanto, é fundamental a consciência de quem produz um hit, especialmente porque nenhuma canção precisa fazer nenhum tipo de apologia para cair no gosto da galera.

Mc Koringa

O funkeiro, campeão de trilhas de novela, também comentou da sua proximidade com o Espírito Santo e já se considera maio capixaba por ter vários amigos no estado e ser figura presente nas principais festas das cidades. O rapaz, como de costume, esbanjou simpatia e subiu ao palco quase 5 da manhã para um público que girava em torno de 5 mil pessoas, quase ninguém arredou o pé e a maioria esperou quase até de manhã para ver Mc Koringa cantar seus grandes sucessos e fazer sua tão tradicional dança sensual. O show veio acompanhado de um balé e efeitos, tudo combinando com muita energia positiva e o batidão do Rio de Janeiro que não deixa ninguém parado. Mc Koringa se apresentou na 40ª edição da maior festa junina do estado, que reúne sempre muitos jovens e universitários da área de medicina.

Um comentário em “Mc Koringa: “O funk não precisa falar de baixaria””

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *