Mr Catra presta depoimento por suspeita de apologia ao crime

Mister Catra

O funkeiro Catra foi convidado à prestar depoimento sob a acusação de apologia ao crime organizado.

O papai chegou e foi direto para a delegacia. Mr. Catra, 48 anos, teve que dar explicações à policia sobre uma suposta canção que entoa em um vídeo na internet. O funkeiro prestou depoimento ontem, segunda feira, depois de circular nas redes sociais um suposto vídeo em que o cantor carioca faz apologia ao crime organizado, exaltando traficantes do bairro Compensa que integram uma facção criminosa que atua em Manaus. A filmagem foi feita durante uma apresentação em uma casa noturna da cidade em junho deste ano. Catra foi ouvido na base da DECCT (Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista) logo após desembarcar em Manaus, onde fez mais uma apresentação na noite de ontem.

Mr Catra

Segundo o delegado Guilherme Torres, o cantor disse em depoimento que o fez o funk a pedido de fãs e que não conhece a facção criminosa, as pessoas citadas, além do bairro mencionado na música. Ainda de acordo com o delegado, Catra disse que no dia em que o vídeo foi gravado algumas pessoas entregaram um papel para que ele fizesse um funk de improviso. Já o delegado Paulo Benelli destacou que os procedimentos em torno do caso serão remetidos à Justiça, que irá avaliar a conduta do cantor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *