• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Claudia Leitte diz que samba da Bahia é diferente do carioca

Entretenimento

Claudia Leitte diz que samba da Bahia é diferente do carioca

Claudia Leitte vai estrear na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. A cantora será rainha de bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel

A loira disse que está emocionada com a estreia Foto: Reprodução/Instagram

Claudia Leitte vai estrear na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. A cantora será rainha de bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel.

Em uma das pausas durante o ensaio técnico da agremiação, a cantora conversou com o Programa da Tarde.

— Acho que é a primeira vez que uma cantora desfila. Elza [Soares, que desfilou em 2012] não foi rainha. Então, é a primeira vez que uma cantora é rainha de bateria. É muito louco isso porque a cantora tem que usar a mão para segurar o microfone e mexer mais o quadril ou nos momentos em que pode mexer os braços livremente. Aqui vai ser a primeira vez também que eu vou me comunicar com o público sem o microfone na mão.

A loira disse que está emocionada com a estreia na avenida.

— O tempo todo. Meu coração já vem na van e, quando começo a chegar na Sapucaí, começo a sentir um friozinho na barriga. Mas acho que o ensaio técnico vai me dar uma força para eu chegar no dia do desfile mais segura, com a mesma emoção, mas mais controlada.

A ansiedade também contagia o marido, Marcio Pedreira, que esteve ao lado da amada no ensaio técnico.

— A gente fica ansioso. É uma coisa nova que vem acontecendo, primeira vez essa experiência. Mas é lidar com o povo e ela sente essa energia do povo, que a gente sentiu e, já na primeira vez que a gente entrou, sente o calor do povo, energia bacana.

Sobre o samba no pé, a cantora comparou como o ritmo é dançado no Rio de Janeiro e em Salvador.

— Eu sou de família carioca e baiana. Mas, dizem, que o samba da Bahia é samba diferente do carioca.  O movimento é igual. O lance que a diferença é aqui tem mais a coisa de comunicação através do movimentos superiores. Tem a comunicação com o braço, o movimento de agradecimento, de apresentação da escola, da bateria, é uma coisa aqui em cima. Na Bahia, é mais no rebolado.

Caso os filhos queiram assistir ao desfile, Claudia Leitte explicou que vai evitar olhar para os pequenos.

— Já contei para os meus filhos e eles não têm noção do que é. Mas eu contei. E eles vão ficar me assistindo. Não vou nem olhar para eles, senão me desconcentro. Fico emocionada, choro e acabou.

Já o marido, acredita que os pequenos não devam ir para o Rio de Janeiro no Carnaval.

— Eles não vão vir não. Como o Carnaval da gente é bem corrido, a gente vai passear pelo Brasil literalmente, é um dia só aqui no Rio. Não sei se vale a pena trazer eles. Acho que não. Vão ficar em Salvador, mas vou estar aqui com certeza.

Recentemente, a loira esteve envolvida em uma polêmica ao usar protetor de ouvido no ensaio.

Com informações do R7.