George Clooney defende Meryl Streep depois de Donald Trump dizer que ela é uma atriz superestimada

Entretenimento

George Clooney defende Meryl Streep depois de Donald Trump dizer que ela é uma atriz superestimada

Redação Folha Vitória

-

Um dos momentos mais marcantes do Globo de Ouro 2017 foi o discurso de Meryl Streep. A atriz surpreendeu todo mundo ao criticar uma atitude feita pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.

- Teve uma atuação esse ano que me incomodou. Ela partiu meu coração. Não porque era boa, não havia nada de bom sobre ela. Mas foi efetiva e fez seu trabalho. Fez seu público alvo rir e mostrar suas presas. Foi o momento em que a pessoa que foi eleita para sentar no lugar mais respeitado do país imitou um repórter com deficiência. Alguém que ele superou em privilégio, poder e capacidade de lutar. Meio que quebrou meu coração quando eu vi, e ainda não consigo tirar da minha cabeça, porque não foi em um filme. Foi na vida real. E este instinto para humilhar, quando é modelado por alguém na plataforma pública, por alguém poderoso, se espalha pela vida de todos, porque meio que dá permissão para que outras pessoas façam o mesmo. Desrespeito convida desrespeito, violência incita violência. E quando os poderosos usam suas posições para humilhar os outros, todos nós perdemos.

E Trump não ficou calado, o candidato eleito se pronunciou por meio do Twitter:

Meryl Streep, uma das atrizes superestimadas de Hollywood, não me conhece mas me atacou no Globo de Ouro. Ela é uma fã da Hillary, que perdeu feio. Pela centésima vez, eu não zombei de um repórter com deficiência (eu nunca faria isso), eu simplesmente o imitei rastejando depois que ele mudou totalmente uma história de 16 anos que ele escreveu para me fazer parecer mal.

Mas George Clooney, que apoia Hillary Clinton e já trabalhou com Meryl Streep, defendeu a atriz durante um evento que participou na última segunda-feira, dia, 10, segundo a People.

- Eu sempre disse isso sobre a Meryl. Ela deve ser a atriz mais superestimada de todos os tempos. Eu e ela trabalhamos juntos em O Fantástico Sr. Raposo como marido e mulher e eu vou dizer, mesmo como uma raposa, uma raposa fêmea, ela foi superestimada, disse ele, de maneira sarcástica, lembrando da animação que fez junto com a atriz e completou: Você não deveria estar governando o país?