• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Família Koehler: três gerações marcarão presença na Sommerfest

Entretenimento

Família Koehler: três gerações marcarão presença na Sommerfest

Sentimento de pertencimento e valorização das tradições inspiram os Koehler a participar todos os anos do evento no Desfile e também na Banda Martinense

Homenageando os imigrantes alemães que chegaram na região de Domingos Martins em janeiro de 1847, a Sommerfest acontece na cidade serrana durante quatro dias com muita festa e celebração de moradores e turistas. Entre as atrações tradicionais, o festival conta com o Desfile Cultural, que é dividido em alas para a apresentação da cultura alemã.

O Desfile já é uma tradição para a família Koehler. A descendência alemã vem pela parte do pai, Natalino Koehler, e eles costumam desfilar na frente do Grupo Cultural Martinense todos os anos em um número expressivo de participantes: pai, mãe, 6 filhos e mais de dez netos.

Foi por meio do Grupo que Gertraude Koehler e os cinco irmãos começaram a participar das festas. O pai dela ajudou a fundar a Banda Martinense e ainda se apresenta pela Banda, sendo um dos mais velhos a continuar no grupo musical. “Muitas pessoas da família já passaram pela Banda e outros ainda estão lá. Tenho um sobrinho que toca, meu cunhado, Roberto Schulze, é o presidente da Banda, e meu pai também faz parte. De geração em geração, nossa família continua tocando e se divertindo”, comenta.

Além da participação da família na Banda, Gertraude conta que a família costuma desfilar na frente do Grupo Cultural Martinense e que esse é um momento de muita alegria e importância para todos eles. “Acho que desfilar todos os anos durante a Sommerfest traz um sentimento de pertencimento, de vínculo com a cultura alemã. É durante o festival que todo esse sentimento de pertencer a essa origem se aflora todos os anos”, afirma.

De acordo com Gertraude, o Desfile Cultural também é o momento de mostrar as tradições alemãs. “Tentando apresentar a cultura alemã, a gente mostra os trajes, a culinária e consegue mostrar a identidade alemã na cidade. A Sommerfest interage com as comunidades do município e acho que isso contribui muito para a questão cultural do nosso município”, declara.

Junto com a filha, Lara, de 27 anos, que participa das festas desde que era criança, Gertraude lembra que o festival sempre fez parte da história da família. Mas não é apenas durante a Sommerfest que eles relembram a cultura alemã. “A minha mãe faz alguns produtos caseiros alemães e a gente gosta muito do pão, dos doces cristalizados. Além da comida, herdamos também o gosto pelo chopp, que não tem como fugir da nossa origem”, comenta com humor.

Foto: Divulgação
Família Koehler em Desfile Cultural