• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Filho de cantor sertanejo Marciano é barrado no velório do pai

Entretenimento

Filho de cantor sertanejo Marciano é barrado no velório do pai

Cantor faleceu aos 67 anos neste dia 18, e filho não pôde ir ao velório


Foto: Reprodução / Instagram
Filho do cantor não pôde entrar no velório do pai

Fabiano Martins, filho do cantor sertanejo Marciano não pôde entrar no velório do próprio pai, morto nesta sexta-feira, 18. No passado, os dois tiveram conflitos na justiça. "Infelizmente, hoje eu fui ao velório do meu pai e barraram a minha entrada", desabafou Fabiano em um story no seu Instagram.

"Fui até o velório e infelizmente a esposa dele não liberou a minha entrada alegando que eu não era bem vindo e que não poderia chegar perto dele... Sim... Fazer o que, né? Deus sabe o que faz", concluiu.

Segundo comunicado divulgado pela equipe do cantor Marciano, seu velório foi aberto ao público e ocorreu na Câmara Municipal de São Caetano do Sul nesta sexta-feira, 18.

Relação entre o cantor Marciano e seu filho, Fabiano Martins

O caso entre Fabiano e Marciano chamou atenção do público em 1997, com a realização de um exame de DNA em programa apresentado por Ratinho. Ao longo dos anos seguintes, o tema foi explorado por diversas atrações televisivas. Em 2016, Marciano chegou a mover um processo contra o próprio filho.

Em entrevista ao Superpop em junho de 2018, Fabiano chegou a declarar: "Nem de pai dá para chamar mais ele [Marciano]. Pede R$ 20 mil de indenização em vez de pedir perdão para mim, recorre, e vai perder de novo. Depois que me tornei herdeiro, ele pegou mais ódio ainda. Nunca fui atrás de um real do meu pai, mas não vou abrir mão da herança. Eu tenho o mesmo direito da filha dele."

Nesta sexta-feira, 18, Fabiano fez postagens em seu Instagram afirmando estar em luto e lamentando a morte de Marciano.

Nelas, Fabiano pediu à família de Marciano que lhe permitisse dar um abraço no corpo do pai antes do enterro: "O que eu peço, de verdade, pra mulher dele, Alexandra, que me deixe eu dar um último abraço no meu pai naquele caixão. O abraço que não pude dar em vida."

"Que eu possa dar esse abraço nele. Não era do jeito que queria, da forma que queria, mas é o jeito que Deus quis. Só peço à Alexandra que me deixe dar esse último abraço nele. Não sei se vão deixar, não sei o que passa na cabeça deles.