Após Zezé, Wanessa Camargo receberá título de cidadã do ES

PEDRO PERMUY

Entretenimento

Após Zezé, Wanessa Camargo receberá título de cidadã do ES

É capixaba! Proposta de homenagear a cantora com a honraria da Assembleia Legislativa surge após Coluna Pedro Permuy noticiar desejo de Zezé com exclusividade

Pedro Permuy

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução/Instagram @wanessa

Wanessa Camargo está a um passo de virar, definitivamente, uma capixaba! 

A cantora receberá o título de cidadã do Espírito Santo dias após a Coluna Pedro Permuy anunciar, com exclusividade, que o pai, Zezé Di Camargo, também será homenageado com a honraria da Assembleia Legislativa do Espírito Santo

Para Wanessa, a proposta partiu do deputado estadual Bruno Lamas (PSB). 

LEIA TAMBÉM: Com fábrica capixaba, roupa feita em Guarapari é vendida para todo o Brasil

Em documento protocolado pelo parlamentar ao que o Folha Vitória teve acesso, o político justificou: "Wanessa Godoi Camargo Buaiz, artisticamente Wanessa Camargo, é uma cantora e compositora brasileira. Com seus trabalhos musicais iniciados em 2000, a artista recebeu o prêmio Multishow de Artista Revelação e desde então são duas décadas de sucesso". 

LEIA TAMBÉM: Cirurgião plástico do ES já operou 30 mulheres de graça. Conheça projeto!

E continuou: "Com mais de 3 milhões de cópias vendidas em todo o Brasil e mais de dez músicas em primeiro lugar nas rádios, Wanessa se tornou referência na música brasileira para cantores de todos os gêneros - desde o sertanejo ao pop, devido à sua versatilidade e seu vasto repertório. Hoje, casada com o empresário capixaba Marcus Buaiz, é mãe de José Marcus e João Francisco - e segue conduzindo com maestria sua carreira e sua família". 

LEIA TAMBÉM: Bil Araújo curte tarde na mansão com Marcus Buaiz em Guarapari

É CAPIXABA! 

Zezé também receberá o título que agora foi protocolado para Wanessa. Provavelmente, os dois vão participar da mesma solenidade, que será marcada em breve pelo Legislativo capixaba. 

Para o noivo de Graciele Lacerda, a honraria foi proposta pelo presidente da Casa de Leis, Erick Musso (Republicanos)