• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com Rita Cadilac em destaque, Chega Mais entra na avenida com homenagem a Luz del Fuego

CARNAVAL 2020

Entretenimento

Com Rita Cadilac em destaque, Chega Mais entra na avenida com homenagem a Luz del Fuego

Com o enredo "Divina Luz", a agremiação, que tenta o título do Grupo Especial, contou com mil componentes

Gustavo Fernando, Thaiz Blunck e Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória

Como diz o próprio samba-enredo, 'o Sambão do Povo clareou' com a segunda escola a entrar na avenida no segundo dia de desfiles. Homenageando a artista Luz del Fuego, nascida em Cachoeiro de Itapemirim, a Chega Mais fez um desfile surpreendente e levantou o público.

Com o enredo "Divina Luz", a agremiação, que tenta o título do Grupo Especial, contou com mil componentes, divididos em 16 alas, três carros alegóricos e dois tripés.

A escola já começou chamando atenção com a comissão de frente,  composta somente de mulheres, e uma delas representando a homenageada. Mas, em duas cabines julgadoras, acabou tendo problemas com o tripé.  Um dos principais destaques do desfile foi o samba, muito bem conduzido pelo carro de som, e cantado a "plenos pulmões" pelos componentes. A bateria, que executou diversas bossas ao longo do desfile, também empolgou o público.

Foto: Vitor Machado

Apesar de o enredo ter sido bem desenvolvido, algumas alas apresentaram problemas de uniformidade. Rita Cadillac, de 65 anos, que veio à frente do último carro, interagiu com o público ao longo da avenida e animou os foliões.  Destaque também para o conjunto alegórico, apesar de o último carro estar com o acabamento comprometido.

A agremiação encerrou o desfile dentro do tempo regulamentar e se credenciou na briga pelo título do Grupo de Acesso A.

Confira a ficha técnica
Presidente: Maria José (Zezé)
Carnavalesco: Wilson Villa Flor
Diretor de Carnaval: Rivelino Teixeira
Diretora Geral de Evolução: Luiz Felipe Costa
Diretor Geral de Harmonia: Luiz Felipe Costa
1º casal mestre sala e porta bandeira: Dionatan Lucas e Delma Vieira
2º casal mestre sala e porta bandeira: Davidson e Grazzi
Coreógrafo Comissão de Frente: Mattheus Schirffimaan
Mestre de Bateria: Mestre Jackson
Intérprete (s): Léo Reis ( Leozinho) e Luis Felipe
Rainha da Bateria: Patrícia Cruz
Madrinha de Bateria: Gina
Componentes:
Alas: 16
Carros alegóricos: 03
Tripés: 02

Samba de Enredo: “Divina Luz”
Compositores: Katia Maués, Igor de Boni, Léo Reis, Luiz Felipe e Vinicius Moraes

Intérpretes: Léo Reis e Luiz Felipe

O Sambão do Povo clareou
A Divina Luz da Chega Mais,
A nudez vestiu a fantasia
Azul e branca dos seus ideais.
Numa madrugada de Carnaval,
Acendeu o lume do seu viver
Quando a pequena Cachoeiro viu
A menina Dora florescer.
Chegando às Minas Gerais
Um belo horizonte despontou,
Saraus em noites de boêmia,
A liberdade que sempre sonhou.
Luz del fuego contra base autoritária,
Cultivou filosofia libertária.
A força de uma mulher que nunca fugiu à luta:
O corpo não é uma culpa!
Em terras cariocas, a revelação:
Diva do teatro, circo, dança, emoção.
Exótica bailarina do povo
Fez das cobras sua obsessão.
Transitou nos corredores do poder,
Criticou a hipocrisia social.
Nua sereia que transformou
O naturismo em sonho real.