• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Começou! Pega no Samba é a primeira escola a entrar na avenida nesta sexta-feira

CARNAVAL 2020

Entretenimento

Começou! Pega no Samba é a primeira escola a entrar na avenida nesta sexta-feira

A escola, que desfilou pelo Grupo Especial em 2019, mas acabou ficando na última colocação, chegou com o objetivo de retornar para a elite do Carnaval

Thaiz Blunck, Iures Wagmaker e Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória

Sinal verde para a folia! Após muita chuva no início da noite, São Pedro deu a 'benção' aos carnavalescos e foliões capixabas e o céu em Vitória se abriu para o segundo dia de desfiles no Sambão do Povo. 

>> CADERNO ESPECIAL: acompanhe todas as notícias do Carnaval 2020!

Levando para a avenida um grito contra a desigualdade e discriminação com o enredo "Viva E Deixe-Me Viver , Intolerância Jamais - O Pega Pede Paz”, a Pega no Samba foi quem abriu os desfiles desta sexta-feira (14). O primeiro componente da escola entrou no Sambão do Povo quando o cronômetro já marcava 7 minutos e 37 segundos.  A escola, que desfilou pelo Grupo Especial em 2019, mas acabou ficando na última colocação, chegou com o objetivo de retornar para a elite do Carnaval Capixaba.

A Pega no Samba abriu o desfile com o carro abre-alas acoplado. Logo depois, uma linda ala de baianas vestidas com fantasias pretas chamou atenção do público presente na arquibancada e dos camarotes. O grande destaque do desfile foi a bateria, comandada pelo Mestre Jorginho, que fez várias paradinhas ao longo da avenida. Reinando à frente do coração da escola, estava a rainha Fernanda Passon, que mostrou muito samba no pé e beleza. 

Fechando o desfile, a escola levou para a avenida uma ala com idosos e pessoas com necessidades especiais, um dos principais pontos do enredo. Com a força da comunidade e uma boa apresentação plástica, a Pega no Samba mostrou que está na briga pelo Grupo Especial. A escola será penalizada em 0,1 décimo pelo atraso de pouco mais de um minuto.

FICHA TÉCNICA

Presidente: Sandro Rosa
Carnavalesco: Oziene Furtado
Diretor de Carnaval: Marcelo Mendes
1º casal mestre sala e porta bandeira: Tatu e Amanda
2º casal mestre sala e porta bandeira: Daniel e Grazi
Coreógrafo Comissão de Frente: Marcelo Braga
Mestre de Bateria: Jorginho Esmeralda
Intérprete (s): Fernando Brito
Rainha da Bateria: Fernanda Passon
Componentes: 900
Alas: 14
Carros alegóricos: 3 carros

Foto: Vitor Machado


Enredo: “Enredo: Viva E Deixe-Me Viver , Intolerância Jamais - O Pega Pede Paz”.
Compositores: Leandro Maciel, Thiago Meiners, Vinicius Vasconcelos, Rafael Mikaiá, Carlos Jarjura, Vlad Aks e André Cavalcante.

Meu canto ecoa por igualdade
Sou Pega no Samba num grito de paz
Eu ergo a bandeira, levanto poeira
Intolerância jamais
Hoje a minha escola tão bonita
Vai desfilar nessa avenida
A luta contra a desigualdade
Seria descoberta ou invasão?
O índio nesse chão fez valer a liberdade
A terra não renega sua cor
Ao semear na consciência
Os heróis das páginas da história
Se a democracia ainda tardia
presente em nossa memória
Não se cala, vai à luta... nos acordes da canção
Resistência à força bruta... no soar do violão
O preconceito a justiça repele
Na voz de tantas mulheres
Há liberdade escondida em cada sonho
Constrói a nova história de um país
Se a crença que massacra é o alento
O bem revelado da nossa raiz
Favela, o teu nome é esperança
Sentinela da mudança, ser diferente é normal
O mundo não tem cor, celebra a união
Hoje não à discriminação!