Após expulsão do BBB17, Marcos fica confinado em hotel e será ouvido pela polícia

Entretenimento

Após expulsão do BBB17, Marcos fica confinado em hotel e será ouvido pela polícia

Redação Folha Vitória

-

Na noite da última segunda-feira, dia 10, Tiago Leifert anunciou durante a transmissão ao vivo do BBB17 que Marcos Harter foi desclassificado do programa após os indícios de agressão a Emilly Araújo. Embora tenha se pronunciado nas redes sociais nesta terça-feira, dia 11, e pedido desculpa para a namorada, Marcos não poderá sair em público no momento.

De acordo com o jornal Extra, o médico ficará confinado em um hotel até o dia da final do programa, na quinta-feira, dia 13, quando vamos descobrir quem das três finalistas, Emilly, Ieda e Vivian, se tornou a vencedora do prêmio de 1,5 milhão de reais. Marcos estaria hospedado em um hotel próximo aos Estúdios Globo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, sendo impedido de conceder entrevistas. Ele teria ficado inconformado com a decisão da direção do programa de expulsá-lo apenas três dias antes da grande final.

Na edição, o apresentador informou que o programa recebeu a presença da polícia para averiguar os fatos tamanha a mobilização que se deu nas redes sociais e denúncias por parte dos fãs de Emilly, logo após o programa ter exibido imagens em que o brother aparece beliscando e apertando o braço e o ombro da gaúcha, além de encurralá-la contra a parede. O episódio causou indignação do público nas redes sociais, que vem classificando o namoro com um relacionamento abusivo.

Ainda segundo o veículo, Marcos também irá prestar depoimento na na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, Deam, de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, dia 12. Emilly só será ouvida na sexta-feira, dia 14, um dia após deixar o confinamento.

Procurada, a assessoria de imprensa do programa não retornou o contato para comentar o assunto, assim como a delegacia de atendimento à mulher responsável pelo caso.