Primeira prova de equipe no MasterChef Brasil acontece no Rio Grande do Sul e eliminação se dá após prova com bolinho de risoto

Entretenimento

Primeira prova de equipe no MasterChef Brasil acontece no Rio Grande do Sul e eliminação se dá após prova com bolinho de risoto

Redação Folha Vitória

-

Na noite da última terça-feira, dia 4, os competidores do MasterChef Brasil enfrentaram a primeira prova de equipe da temporada. Ana Paula Padrão os levou para uma prova gravada em uma vinícola no interior do Rio Grande do Sul. Divididos em dois times, eles tiveram que demonstrar habilidades ao montar um menu completo, realizados apenas com ingredientes regionais. A avaliação não foi feita pelo trio de jurados, mas sim por 80 produtores e apreciadores de vinhos.

Erick Jacquin avisou que a dificuldade da prova estaria em harmonizar três tipos de vinho com os pratos que deveriam ser servidos, o que deixou os competidores ainda mais tensos. Leonardo Santos e Fabrizio Barata tiveram a missão de dividir os participantes em dois times. Ao longo da prova, muita confusão e stress rolaram, principalmente pelo tempo apertado de duas horas para preparar todos os pratos mais a sobremesa. No final, a equipe vermelha, de Barata, acabou levando a melhor e escapando da prova de eliminação.

Já na prova de eliminação, Leonardo Santos conseguiu salvar dois membros de sua equipe de realizarem a prova, Mirian e Caroline e restando na disputa Valter Herzmann, Vitor Bourguignon, Natalia Clementin, Yuko Tappabutt, Luciana Braga, Deborah Werneck, e o próprio Leonardo, que precisavam preparar um bolinho de risoto, conhecido também como arancini, um prato típico italiano.

Apesar da prova parecer relativamente fácil, os jurados ficaram impressionados com o time que serviu 80 pessoas com maestria ter tantas dificuldades em apresentar um bolinho. O do comandante da equipe, Leonardo acabou esfarelando na mão de Paola Carosella, que ficou insatisfeita com o resultado. Já a simpática Yuko fez um com bolinho de curry recheado com camarão, que, apesar de ser considerado sem sal pelo trio de jurados, ganhou elogios de Erick Jacquin. A tailandesa gostou dos comentários e ressaltou no programa que isso era um bom sinal, já que o chef nunca aprova seus pratos.

Débora, Natalia e Luciana foram consideradas as piores cozinheiras da prova. No final, Luciana acabou sendo eliminada como a menos pior da prova, mostrando que os jurados estão mais exigentes a cada temporada. Ao site oficial da Band, a participante revelou o que lhe faltou no reality culinário:

- Eu só precisava de mais calma, em todas as provas. Não me faltou confiança – eu sou confiante até demais – porque eu mando muito bem na minha profissão, mas a gastronomia não é a minha profissão. Aqui eu sou amadora. Então, toda a confiança que eu tenho foi por água abaixo.