One Direction: até Pelé se declara fã do fenômeno pop

Entretenimento

One Direction: até Pelé se declara fã do fenômeno pop

O grupo foi formado em um show de talentos de televisão Foto: Estadão Conteúdo

Um dos maiores fenômenos do mundo pop, a boy band One Direction conquistou elogios até do rei do futebol Pelé. O grupo subiu ao palco no Estádio do Morumbi, em São Paulo, no último sábado (10), sob gritos histéricos de milhares de adolescentes. E Pelé apareceu nos telões para dizer que era fã do grupo. Ele prometeu enviar camisas da seleção para os ingleses e os convidou para tocar guitarra juntos, em vez de jogar futebol.

No domingo, a banda voltou a se apresentar na capital. Com ingressos rapidamente esgotados, 64 mil espectadores assistiram à performance - no Rio, na quinta-feira, foram 35 mil pessoas.

É a primeira vez do grupo no País. Formada em 2010 em um show de talentos de televisão, o The X Factor inglês, o grupo é composto por Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan e Zayn Malik. São responsáveis por resgatar a moda das boy bands, febre nos anos 1990. Assim que os músicos surgiram no palco, os adolescentes atingiram decibéis ensurdecedores, mantidos até o fim, capazes de fazer, por diversas vezes, o som do grupo ser ofuscado. O público estava com o repertório na ponta da língua e, em meio a lágrimas e declarações de amor, acompanhou os artistas durante 23 músicas.

No repertório estiveram hits como Story Of My Life, What Makes You Beautiful e Best Song Ever. Se a intenção do coro era chamar a atenção dos rapazes de 20 e poucos anos, São Paulo conseguiu. "Vocês são nosso maior público. Entraram para a história do One Direction", disse Liam Payne nos primeiros minutos do show, para afagar os adolescentes. "Nunca vou esquecer esta noite. Foi o melhor show que já fizemos até hoje", afirmou Niall Horan. Até pais se revelaram fãs da banda. "Chegamos às 8h e ficamos lá na frente, quase grudadas na grade, mas tivemos de sair porque começaram a empurrar e nos esmagar", disse a engenheira Monica Robalo, que saiu de Santo André com a filha Nathalia, de 13 anos, para assistir ao show. "Contando com os ingressos, estacionamento, alimentação e todas as outras coisinhas, gastei R$ 1.300 comigo e minha filha. Compramos os ingressos em junho do ano passado e também sou fã", disse Monica.

Antes de o grupo britânico começar a apresentação, a boy band brasileira P9 foi escalada para abrir a noite. O show encerrou a etapa sul-americana de Where We Are Tour, iniciada na Colômbia. Segue para Europa, Canadá e termina no dia 5 de outubro em Miami.