• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cidade do Reggae, que participou do Superstar, se apresenta no Shopping Vitória Music Lounge

Entretenimento

Cidade do Reggae, que participou do Superstar, se apresenta no Shopping Vitória Music Lounge

Agora é a vez do reggae music da Cidade do Reggae invadir a praça central do Shopping Vitória nesta quarta-feira (20) no SV Music Lounge, das 18h30 às 20 horas.

Cidade do Reggae estará no Shopping Vitória nesta quarta-feira (20) Foto: Divulgação

O objetivo do projeto Cidade do Reggae era divulgar a cultura reggae music mundial, mas a ideia deu tão certo que resultou na banda capixaba Cidade do Reggae. Sob o comando de Solivan Almeida, a banda conquistou o público brasileiro e europeu no primeiro disco World Music. O sucesso foi comprovado com a participação da Cidade do Reggae no reality Superstar.

Agora é a vez do reggae music invadir a praça central do Shopping Vitória nesta quarta-feira (20) no SV Music Lounge, das 18h30 às 20 horas. Serão dez dias de shows com bandas capixabas!

 Em entrevista o jornal online Folha Vitória, Solivan Almeida adiantou sobre o repertório que vai apresentar ao público capixaba.

Como começou a trajetória da Cidade do Reggae?

A banda começou em 2010 para 2011 e com a organização dos músicos Jr. Barriga e Alan Reis. Era só um projeto social, como hobby, e depois começou a ficar mais forte. Em 2012, começamos a dar prioridade para banda. Atualmente todo mundo mantém outra profissão, exceto eu e o guitarrista.

Quais são os próximos projetos?

Lançamos um álbum na Itália ano passado, algumas músicas em italiano, inglês e outras em português. Agora começamos a pré-produção do segundo álbum, com várias participações especiais, como Carlinhos Brown. Lançamos um single com a Janaina Pereira, da banda Bicho de Pé [que também participou do Superstar], “Te Vejo na Jamaica”. Vamos lançar o álbum em dezembro ou janeiro de 2016. A intenção é lançar no verão.

Qual a importância da música em sua vida?

A música é tudo para mim. Me influência coisas boas. Moro na favela e sou cercado de coisas que poderiam me levar para o caminho errado, mas a música não deixa pois me leva para um caminho bom, traz coisas boas.

Após participar do Superstar, você acredita que os reality shows musicais ajudam os artistas?

Assim, para a gente que tinha dois para três anos de banda foi bom pra 'caramba' porque soubemos aproveitar e mandamos músicas autorais. A oportunidade é muito boa e seria importante se a mídia desse mais atenção. Muitas bandas não aproveitam a oportunidade porque acabam tocando músicas de outros artistas. Elas deveriam mostrar o próprio trabalho, a identidade e dar a cara a tapa.

Qual sua opinião sobre a divulgação no Espírito Santo?

Olha, tem programas que tentam e mostram, mas ainda deveria ter um pouco mais de espaço. As bandas deveriam aproveitar a oportunidade para mostrar o próprio trabalho. 'Rolou o papo' de uma lei para liberar os empresários para colocar bandas locais para abrir shows. Isso vai atrapalhar totalmente porque vai padronizar o cachê das bandas. Não é justo. Valorizaria se a mídia abrisse mais espaço. Tem bandas boas e deveriam exigir qualidade. O que vai dar força em tudo, na música, teatro e dança, porque aqui tem muita coisa boa. 

O que achou dessa ação promovida pelo Shopping Vitória e Jovem Pan?

Nossa, perfeito! Maravilhoso... foi a ideia mais genial. Porque além de propagar a rádio, que já é muito conhecida e 'bombadassa', dá a oportunidade, em uma semana, das pessoas e bandas locais mostrarem o trabalho em um local bem movimentado, como é o Shopping Vitória. Estamos bem felizes, ensaiando para fazer um lance experimental porque nunca fizemos, acústico. Sempre quis fazer um um som lá, lugar popular, mas não sabia como. Para a gente é muito gratificante.

O que vai ter no repertório?

A gente vai tocar músicas do primeiro e segundo CD. Também vamos tocar "Te vejo na Jamaica" e vai ficar legal pelo formato bem acústico. Vamos tocar músicas já conhecidas, como Bob Marley e músicas da MPB como Djavan. Vamos escolher músicas bem legais para o público curtir e mostraremos 85% nossa música autoral.

Mande um recado para o público que vai te assistir.

É isso aí galera, população e nação "reggaeira"! Pode comparecer porque o show vai ser muito legal. Experimento novo, em acústico. Pode vir na 'super vibe' porque vamos curtir junto com vocês.