Após show de tirar o fôlego, Harry Styles dá a entender que voltará ao Brasil!

Entretenimento

Após show de tirar o fôlego, Harry Styles dá a entender que voltará ao Brasil!

Para o ânimo do público ficar mais à flor da pele, um vídeo com uma animação do ex-integrante de One Direction começou a passar no telão, localizado acima do palco

Redação Folha Vitória



Harry Styles se apresentou em São Paulo na ultima terça-feira, dia 29, no Espaço das Américas. O evento contou com a abertura de Leon Bridges, conhecido por ter um estilo mais voltado para o blues e o jazz contemporâneo e levou os fãs a loucura do começo ao fim.

O cantor de abertura chegou a tocar com uma das guitarras clássicas utilizadas por Harry, principalmente, em sua primeira apresentação de Ever Since New York, que rolou através do Saturday Night Live. Leon finalizou seu concerto após exibir cancões como Better Man e River, deixando uma legião de admiradores esperando pelo dono de Sign Of The Times.

Para o ânimo do público ficar mais à flor da pele, um vídeo com uma animação do ex-integrante de One Direction começou a passar no telão, localizado acima do palco, apenas 15 minutos antes do espetáculo ter início. Era um desenho que mostrava a versão cartoon de Styles vestindo um de seus clássicos ternos, esbanjando anéis e exibindo algumas tatuagens, enquanto resolvia um cubo mágico. Por sinal, o objeto continha as mesmas cores da bandeira LGBT, uma causa muito defendida pelo artista, que, inclusive, assumiu ser bissexual na musica Medicine.

Os fãs esperaram, esperaram e esperaram. Os 15 minutos pareciam mais 15 horas - no fundo, todo mundo sabia que essa sensação só vinha pelo enorme desejo de assistir Harry. Quando, quase de repente, o vídeo sumiu e Only Angel começou a tocar, a banda entrou e, enfim, Harry Styles também!

Animado, a voz de Harry mal podia ser ouvida: a plateia acompanhava o cantor na música a tal ponto de fazer com que tudo parecesse um coral. Isso se mostrou uma característica marcante do espetáculo e o setlist seguiu assim em Woman, Ever Since New York e Two Ghosts, música supostamente inspirada em Taylor Swift.

Num determinado momento, Styles contou que iria apresentar algumas de suas novas canções. O mais cômico é que, apesar de não estarem presentes no primeiro álbum solo do artista, as músicas já eram muito conhecidas pelas fãs, que aclamavam as letras de Medicine e Just A Little Bit Of Your Heart - sim, a composição é cantada por Ariana Grande, a quem Harry presenteou com a música. Outro single apresentado pelo cantor foi Anna, mais ao final do show.

A plateia estava acalorada, cheia de energia e paixão, tanto que encontrar fãs passando mal não era incomum. Foi quando, no meio de Stockholm Syndrom, hit da antiga boy band da qual participava, Harry interrompeu o show para perguntar se uma das admiradoras estava bem. Pois é! Ele acreditou que ela estava passando mal. Se ela estava, com certeza, ficou pelo menos um pouco melhor naquele exato momento!

O show também teve o registro de Harry arriscando no português e agradecendo pelo público ter comparecido, apesar da greve:

- Oi, Brasil. Tudo bem? Que saudade! Ouvi que vocês tiveram um pouco de dificuldade em chegar aqui [no Espaço das Américas], então, muito obrigado por terem vindo.

Ele não parou de surpreender os fãs por aí. A divisão do espaço foi determinada pela pista premium, em frente ao palco, a pista comum, localizada atrás da área exclusiva, e pelo camarote e o mezanino nas laterais da casa. Harry, então, desceu do palco e, quase de repente, estava no fundo do Espaço das Américas para cantar Sweet Creature e If I Could Fly pertinho do pessoal da pista. De tirar o fôlego, não é mesmo?

Harry é envolvido em diversas causas sociais, demonstrando se preocupar com o bem estar das pessoas. Pelo que deu para ver, ele, realmente, preocupa-se com seu público - coisa que nem sempre é vista com tanta clareza na maior parte dos artistas. Não só ter se preocupado com a fã que poderia estar passando mal provava esse fato, mas tocar especialmente para quem estava na pista, cuja localização não favorece muito a visão e nem a proximidade com o artista, pareceu um ato de carinho com aqueles que apoiam seu trabalho.

O ex-integrante da One Direction retornou ao palco, cantou sua própria versão de What Makes You Beautiful, primeiro single da boy band, agradeceu às pessoas que trabalham nos bastidores, à banda e aos fãs. Ele finalizou o show pedindo para que as lanternas dos celulares fossem acesas, já que essa luz acompanharia Sign Of The Times, seu primeiro hit solo. O público atendeu ao pedido!

Então, Harry tocou um cover de The Chain, música de Fleetwood Mac, que já foi tocada pelo artista numa apresentação para a BBC Lounge e finalizou o espetáculo com From The Dining Table e Kiwi.

O cantor ainda falou que um de seus lugares favoritos para se apresentar é o Brasil e deu a entender que virá para cá mais vezes ao dizer:

- E talvez, a gente se veja na próxima!, fala que acompanhou um sorriso que quase falava por si só.

Dessa forma, se você não foi num dos shows do artista, fique tranquilo que ele, muito provavelmente, retornará aos solos brasileiros. Quem sabe um dia sejamos todos Luciana Gimenez e tiremos uma foto do ladinho dele, não é mesmo?

Harry se produziu para a performance em São Paulo com um look preto e uma camisa brilhante, bem chamativa.