• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Folha Vitória faz lista com 10 filmes para assistir 'agarradinho' no Dia dos Namorados

Entretenimento

Folha Vitória faz lista com 10 filmes para assistir 'agarradinho' no Dia dos Namorados

Nada como assistir a um filme agarradinho em uma data tão especial. O cinema adora contar histórias de amor e o público agradece

Com as temperaturas amenas, assistir um filme em clima de romance é uma boa pedida. Foto: Divulgação

No próximo domingo, casais vão trocar presentes e juras de amor. E nada é tão gostoso como assistir a um filme, em clima de romance, para completar uma data tão especial. A soma do Dia dos Namorados com baixas temperaturas não poderia resultar em outra coisa: cobertores, muita pipoca e um bom filme.

Para ajudar aos “românticos de plantão”, selecionamos dez filmes que exploram histórias de amor.  E posso garantir que a tarefa não foi nada fácil. Deixar de fora clássicos como “Titanic”, “Antes do Amanhecer”, “Harry e Sally”, ou mesmo os adoráveis “Meu Primeiro Amor”, “A Lagoa Azul”, “Alguém tem que Ceder” e “O Carteiro e o Poeta” é complicado, ainda mais quando analisamos um gênero repleto de obras Cult.  

Dessa forma, na lista final, tentamos agradar a todos os gostos. Casais jovens, maduros ou nostálgicos. O cinema adora contar histórias de amor e o público agradece. Alguns são considerados obras primas do gênero, outros merecem ser descobertos. Esperamos que a lista e o filme escolhido te ajude a tornar o seu dia ainda mais especial.

Humphrey Bogard e Ingrid Bergman protagonizam o clássico Casablanca Foto: Divulgação

Casablanca (1942) *****
Além de ser o maior clássico do gênero, Casablanca é obrigatório em toda lista dos maiores filmes de todos os tempos. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca, no Marrocos. O exilado americano Rick Blaine (Humphrey Bogard), dirige uma das principais casas noturnas da região, e clandestinamente, ajuda os refugiados a fugir para os Estados Unidos. Quando um casal precisa de sua ajuda, ele reencontra Ilsa Lund (Ingrid Bergman). Assim eles reviver uma grande paixão que havia ficado no passado. O filme venceu o Oscar de melhor filme, diretor e roteiro, e imortalizou a canção “As Times Goes By”.

Tarde Demais para Esquecer (1957) ****
Protagonizado por Cary Grant e Deborah Kerr, Tarde Demais para Esquecer se tornou cultuado para os apreciadores do gênero. O grande mérito da obra é sua história, literalmente universal. Tanto é, que o filme foi muitas vezes copiado e também homenageado em outro clássico do gênero, Sintonia de Amor(1993). Na trama, Nickie Ferrante (Cary Grant) é um playboy mulherengo que está para se casar. Terry McKay (Deborah Kerr) é uma ex-cantora que também está de casamento marcado. Ambos estão em um cruzeiro que parte da Europa rumo a Nova York, no qual se conhecem. Nickie e Terry se apaixonam mas, como ambos têm relacionamentos com outras pessoas, combinam de se encontrar 6 meses após a chegada da viagem, no alto do Empire State. Mas uma tragédia acaba mudando as suas vidas.

Uma Linda Mulher (1990)***

Ghost é estrelado por Demi Moore e Patrick Swayze Foto: Divulgação

O filme, que é protagonizado por Julia Roberts e Richard Gere, se tornou um clássico do gênero. A história de um executivo de sucesso que se apaixona por uma prostituta, ganhou admiradores e cativou espectadores. Julia Roberts chegou a ser indicada ao Oscar de melhor atriz e venceu o Globo de Ouro da categoria. Atenção para a trilha sonora embalada pela canção Oh Pretty Woman.

Ghost : Do outro Lado da Vida (1990)****
O que falar de um dos filmes mais amados da história do cinema. Ghost fala de uma história de amor que ultrapassa a existência. Sam Patrick Swayze) e Molly (Demi Moore) formam um casal apaixonado e que tem suas vidas destruídas depois de Sam ser morto em uma tentativa de assalto. No entanto, seu espírito não vai para o outro plano e decide ajudar Molly, pois ela corre o risco de morte. Para poder se comunicar com Molly, ele utiliza Oda Mae Brown (Whoopi Goldberg), uma médium trambiqueira. O filme possui cenas memoráveis, a excepcional atuação de Whoopi Goldberg (premiada com o Oscar de melhor atriz coadjuvante) e uma canção inesquecível, a regravação de Unchained Melody. 

O Guarda-Costas (1992)****
Kevin Costner é Frank Farmer, um eficiente guarda-costas. Ele é contratado para proteger Rachel Marron (Whitney Houston), uma grande cantora e atriz, que está recebendo cartas anônimas e ameaçadoras. Frank e Rachel se apaixonam, mas ele não deixa este amor evoluir, pois quando estão juntos Rachel fica vulnerável.  Esse foi o primeiro filme estrelado pela cantora Whitney Houston e arrecadou mais de US$ 400 milhões nas bilheterias ao redor do mundo. Sem falar na trilha sonora, realmente espetacular. Alguns podem até achar o filme “brega”, eu sinceramente o considero um dos mais eficientes filmes do gênero.

Nicolas Cage e Meg Ryan vivem um amor impossível em Cidade dos Anjos Foto: Divulgação

Cidade dos Anjos (1998)****
Refilmagem do clássico alemão Asas do Desejo, sinceramente prefiro essa versão americana. A essência da história é ainda melhor evidenciada, e dessa forma, o conto de amor fica ainda mais palpável. Em Los Angeles, uma dedicada cirurgiã (Meg Ryan) fica arrasada quando perde um paciente durante uma operação. No mesmo instante em que um anjo (Nicolas Cage) se apaixona por ela. Para dar pro seguimento a sua paixão, ele cogita deixar de ser um imortal para amá-la intensamente.  Realmente uma bela história de amor. 

Um Lugar Chamado Notting Hill (1999)***
Will (Hugh Grant), pacato dono de livraria especializada em guias de viagem, recebe a inesperada visita de uma cliente muito especial: a estrela de cinema americana Anna Scott (Julia Roberts). Dois ou três encontros fortuitos mais tarde, Will e Anna iniciam um relacionamento engraçado e cheio de idas e vindas. Novamente entra na lista um filme estrelado por Julia Roberts, talvez a atriz que mais tenha seu nome relacionado ao gênero. Um Lugar Chamado Notting Hill é uma deliciosa comédia romântica, repleta de ótimos personagens e uma história leve, divertida e apaixonante. Nada como rir e suspirar ao mesmo tempo. Chamo atenção para a trilha sonora, realmente fantástica.

Como se Fosse a Primeira Vez (2004)***
Henry (Adam Sandler) é um veterinário, que vive no Havaí e é famoso pelo número de turistas que conquista. Seu novo alvo é Lucy (Drew Barrymore). Porém há um problema, ela sofre de memória de curto prazo, com isso, Henry é obrigado a conquistá-la, dia após dia, para ficar ao seu lado. O filme é realmente adorável.  A história é ótima e a química entre Sandler e Barrymore compensa as “piadas de mau gosto” que tentam, sem sucesso, tirar os méritos do filme. A trilha sonora possui versões cover de obras dos anos 80, deixando a obra ainda mais atrativa.

Brilho eterno de uma Mente sem Lembranças venceu o Oscar de melhor roteiro Foto: Divulgação

Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)*****
Simplesmente um dos meus filmes prediletos em todos os tempos. O grande destaque da obra é sua história, merecidamente premiada com o Oscar de melhor roteiro. Além disso, Kate Wislet e Jim Carrey estão perfeitos como o casal central da trama. Nela, Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento desse certo. Desiludida com o fracasso, ela decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.

P.S. Eu Te Amo (2007)***
Holly Kennedy (Hilary Swank) é casada com Gerry (Gerard Butler), um engraçado irlandês por quem é completamente apaixonada. Quando Gerry morre, a vida de Holly também acaba. Em profunda depressão, ela descobre com surpresa que o marido deixou diversas cartas que buscam guiá-la no caminho da recuperação. P.S.Eu te Amo rapidamente se tornou cultuado por plateias de todo o mundo. A história une amor e humor em doses certas, além disso, premia o espectador com personagens cativantes.