Príncipe William visita policias que fizeram primeiro atendimento após atentado em show de Ariana Grande

Entretenimento

Príncipe William visita policias que fizeram primeiro atendimento após atentado em show de Ariana Grande

Redação Folha Vitória

-

A tragédia que aconteceu em Manchester - quando uma bomba explodiu na saída de um show da cantora Ariana Grande e matou 22 pessoas, além de ferir outras 100 - deixou o mundo todo comovido. E nesta sexta-feira, dia 2, o príncipe William resolveu honrar algumas das pessoas que trabalharam no dia do atentado.

O pai dos pequenos príncipe George e princesa Charlotte cumprimentou os policiais que estavam entre os primeiros a responder os chamados de perigo. William conversou com cada um deles e prestou atenção nas histórias. Uma, no entanto, se destacou: o policiar Michael Buckley estava de folga no dia e foi buscar sua filha de 15 anos, que tinha ido ao show com um grupo de amigas.

Após a explosão ele ficou ajudando os feridos, tudo isso enquanto tentava falar com a sua filha:

- Eu queria saber onde ela estava e se ela estava bem, mas também tinham essas pessoas gravemente feridas também, contou ele à People.

Michael eventualmente encontrou sua filha, que estava em um hotel próximo da região. Ela estava bem, só tinha sofrido escoriações e uma concussão. William ouviu essa e outras histórias emocionantes do dia, conversando com todo o batalhão, querendo se certificar que eles também estavam recebendo apoio para manter seu bem-estar:

- Ele estava mostrando respeito e gratidão pelo que fizemos, explicou Chris Jenkins, outro oficial.