Repórter cinematográfico morre após reação alérgica grave

Entretenimento

Repórter cinematográfico morre após reação alérgica grave

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Tocantins, o profissional sofreu um choque anafilático, uma reação alérgica grave que levou a uma parada cardíaca

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Dennis Tavares, repórter cinematográfico da Secretaria de Segurança Pública de Tocantins (SSP), morreu no último domingo, dia 13, em Palmas. 

Segundo a assessoria de imprensa da SSP, o profissional sofreu um choque anafilático, uma reação alérgica grave que levou a uma parada cardíaca.

Em suas redes sociais, o órgão lamentou o ocorrido:

A Secretaria de Segurança Pública do Tocantins manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do colega de trabalho e amigo, Dennis Tavares, 42 anos [de idade].

Dennis trabalhava na assessoria de imprensa da SSP há cerca de duas décadas. No comunicado, a empresa continua:

Mais do que um companheiro de trabalho, Dennis era um amigo de todos e deixará um legado de companheirismo, lealdade e amor à profissão. Na comunicação, deixará saudades aos companheiros de profissão que não mais poderão apreciar novas imagens registradas por suas lentes.

O corpo do repórter foi velado no último domingo, dia 13, na sede do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins e, depois, na cidade de Guaraí, onde será sepultado nesta segunda-feira, dia 14.