• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Filme que conta a história de Freddie Mercury e da banda Queen ganha segundo trailer

Entretenimento

Filme que conta a história de Freddie Mercury e da banda Queen ganha segundo trailer

Pelo jeito, o filme emocionará muitos fãs da banda, que veio ao Brasil na primeira edição do Rock In Rio em 1985 - evento que será tratado no filme.


Bohemian Rhapsody não será só o nome de uma das músicas mais conhecidas mundialmente, mas desta vez, também será o nome do filme sobre a vida de Freddie Mercury e da banda Queen. Inclusive, já no começo do trailer, é possível escutar a letra da canção por meio de Isso é vida real? Ou isso é só uma fantasia? sob a voz do próprio vocalista. Como não imaginar que os fãs da banda estão muito emocionados com o lançamento dessa obra cinematográfica a tal ponto que deve até parecer uma fantasia, não é mesmo? Pelo menos, é o que os usuários do Twitter dizem na rede social.

Seguindo a música homônima do longa, uma das mais conhecidas do Queen, uma outra frase surge na tela falando sobre a história da banda e de Mercury:

A única coisa mais extraordinária do que a sua música, é a sua história.

Rami Malek, ator que interpreta Freddie Mercury e que vive o papel principal no seriado Mr. Robot, surge no trailer e logo mostra o processo de criação de outras músicas conhecidas mundialmente, como We Will Rock You, que até ganhou uma versão com Beyoncé, P!nk e Britney Spears para um comercial da Pepsi, e We Are The Champions. Clássicas, né?

Além disso, durante um desses processos, pode-se encontrar o personagem de Freddie dizendo em tom irônico durante um mal-entendido do grupo:

- Só tem lugar para uma rainha histérica nesta banda.

Uau, hein! Para completar, as músicas da banda podem ser encontradas durante todo o trailer. Pelo jeito, o filme emocionará muitos fãs da banda, que veio ao Brasil na primeira edição do Rock In Rio em 1985 - evento que será tratado no filme. Já Freddie morreu apenas seis anos depois, em 1991.