• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lei Rubem Braga: inscrição de avaliadores vai até agosto

Entretenimento

Lei Rubem Braga: inscrição de avaliadores vai até agosto

A solenidade com os nomes dos escolhidos acontecerá na Casa da Memória

Os interessados em fazer parte da banca avaliadora dos projetos culturais deste ano da Lei Rubem Braga têm até o dia 26 para fazerem as inscrições.

Candidatos de todo o país podem se inscrever pela internet. As exigências para concorrer as vagas, descritas no Edital, é possuir formação acadêmica com nível superior, experiência comprovada na área cultural para a vaga pretendida, análise e avaliação das propostas culturais.

Por meio de análise dos currículos dos candidatos, será selecionado um para cada segmento cultural: Música; Dança; Teatro, circo e ópera; Cinema, fotografia e vídeo; Literatura; Artes plásticas, artes gráficas e filatelia; Folclore e capoeira; Carnaval; Artesanato; História; e Preservação e restauração de acervo e patrimônio histórico e cultural de museus e centros culturais.

Os selecionados recebem por projeto avaliado R$ 18,05 por página de projeto avaliado.

Na edição anterior, interessados de Estados como Rio de Janeiro, Santa Catarina, Amapá e Bahia se candidataram para fazer parte da bancada. Com o novo modelo para eleição da comissão julgadora, em que não podem se inscrever residentes ou moradores de Cachoeiro, a avaliação prioriza critérios rigorosos dispostos em edital para chamamento público, conforme prescreve a legislação.

“Neste formato usado desde o ano passado, agregamos transparência e credibilidade. É uma conquista para nós. Como se a lei estivesse amadurecendo e se aprofundando na responsabilidade de seu papel na cultura local, explicou Valquiria Volpato, consultora interna da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult).

De acordo com a secretária Fernanda Martins, o grande passo foi a modernização das inscrições sendo feitas pela internet. A digitalização trouxe uma disputa com mais qualidade, com avaliadores de todas as partes do Brasil e proporcionando mais notoriedade aos projetos.

“Outro ponto importante é o aporte do fomento para a Lei Rubem Braga este ano. Muito significativo em relação aos anos anteriores. Será dez por cento do valor do Fundo de Cultura do Estado, que conta com 78 cidades. Cachoeiro contar com esse montante para investimento em projetos culturais é um grande feito. A minha dica é que as pessoas utilizem a lei, que é um superincentivo a cultura, se inscrevam e se aprimorem, para termos cada vez mais uma variedade de contemplados”, ressalta Fernanda.

Solenidade

No dia 5 de setembro, às 19h, na Casa da Memória, os nomes escolhidos para a banca examinadora serão apresentados junto à divulgação da data de lançamento do edital 2018 da Lei Rubem Braga, em uma solenidade promovida pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult). Na ocasião, também ocorrerá a certificação oficial dos proponentes contemplados no ano passado.

Inscrições

Os interessados deverão compartilhar a documentação exigida, preferencialmente, via plataforma de transferência de dados (Google Drive), com o e-mail [email protected] ou encaminhá-la diretamente para o mesmo endereço eletrônico.

Para se inscrever, o edital com as informações detalhadas estará acessível no site da prefeitura, www.cachoeiro.es.gov.br, na página da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult).