• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vice-presidente de conteúdo da Netflix fala sobre polêmica em torno de Insatiable

Entretenimento

Vice-presidente de conteúdo da Netflix fala sobre polêmica em torno de Insatiable

No dia 10 de agosto, a Netflix lançará a série Insatiable, que fala sobre uma jovem gorda que, para se vingar do bullying que sofria no colégio, emagrece e passa a frequentar concursos de beleza. O trailer da trama foi bastante criticado pelos internautas, que consideraram a série gordofóbica. Veja alguns comentários e entenda:

Insatiable não mostra o emponderamento da mulher gorda, e sim que ela só vai ser feliz se emagrecer e se vingar dos outros "ficando bonita", e que só assim ela vai ser respeitada.

Não tem nada de representativo em uma série lotada de gatilhos. Não tem nada de empoderador em reproduzir gordofobia criando uma personagem que só se "empodera" depois de emagrecer.

Essa série Insatiable tem uma premissa RIDÍCULA. Só reinforça o quão DOENTE é esse padrão de beleza imposto pras pessoas.

Algumas pessoas até criaram um abaixo-assinado para que a série seja descartada pela Netflix. A petição já passa de 208 mil assinaturas em pouco mais de uma semana.

Após a polêmica, a criadora do seriado se posicionou e pediu para que as pessoas dessem uma chance à trama.

Quando eu tinha 13 anos de idade, eu era suicida. Meus melhores amigos me deixaram, eu sofria bullying e queria vingança. Eu achava que se eu fosse bonita por fora, isso seria o suficiente. Ao invés disso, eu passei a ter um transtorno alimentar... e um tipo de raiva que faz você querer fazer coisas sombrias. Ainda não sou confortável na minha pele... mas estou tentando mostrar o que tenho por dentro - compartilhar minha dor e vulnerabilidade através do humor. Esse é o meu jeito. A série é uma história cautelosa de como é perigoso achar que o que está por fora é mais importante - em julgar sem ter conhecido a fundo. Por favor, deem uma chance ao seriado.

Cindy Holland, vice-presidente da Netflix, também comentou o caso em entrevista no evento TCA Summer Press Tour 2018. Segundo informações do site australiano News, a ideia é que a série seja lançada e que as pessoas tentem assistir para entender a real proposta da trama.

- Lauren Goose, que é a criadora, queria fortemente explorar essas questões com base em suas próprias experiências, mas de uma forma satírica e exagerada. Em última análise, a mensagem da série é que o mais importante é que você se sinta confortável consigo mesmo. A gordofobia, em si, está embutida no DNA do seriado.

E aí, será que esse assunto ainda irá gerar polêmica?