"Médica da dor" famosa dá dicas para bombar na web

PEDRO PERMUY

Entretenimento e Cultura

"Médica da dor" famosa dá dicas para bombar na web

A doutora tem mais de 25 mil seguidores só no Instagram, onde aproveita a audiência de influencer para mostrar tratamentos e novidades: "O segredo é planejar e equilibrar"

Pedro Permuy

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Isabela Dantas é uma das médicas mais famosas para o tratamento de dores da internet. Tanto que no Instagram é conhecida por esse apelido: "A Médica da Dor". 

A presença e os posicionamentos da doutora nas redes sociais colaboram muito para o sucesso profissional, como ela mesma conta. O movimento de bombar na internet entre os especialistas da medicina tem sido cada vez mais recorrente (e importante) para atingir novos públicos, de acordo com a própria avaliação da, também, influenciadora. 

No Instagram, Isabela, que também faz parte do Comitê de Medicina Integrativa e Dor (Sbed), dá várias dicas de como conquistar mais qualidade de vida e eliminar dores, que podem significar desde o popular "mau jeito" até alguma doença mais séria. 

"As habilidades que vão além da medicina são fundamentais para o sucesso do médico. Boa comunicação, interação positiva com a equipe, inteligência financeira, organização pessoal e gerenciamento de equipe fazem o médico ter características diferenciadas que o farão ter bom relacionamento profissional e destaque além das capacidades técnicas", pontua ela, que é seguida por mais de 25 mil pessoas só na rede social de fotos. 

A Médica da Dor ainda arremata: "Um grande terror dos médicos é o burnout: Uma síndrome que cursa com sobrecarga de trabalho excessiva e traz sérias consequências profissionais e pessoais aos médicos... E nem sempre é percebida". 

Por outro lado, a autonomia no horário de trabalho, para quem é da área médica, pode proporcionar um ganho bom para a agenda, desde que administrada de um jeito otimizado. 

"Geralmente o próprio médico faz sua carga horária e é muito comum sobrecargas de trabalho, abandono da vida pessoal e social, alimentação desregrada e ausência de atividades prazerosas que são frequentemente substituídas por trabalho. Ter equilíbrio na rotina e respeitar os limites pessoais são fundamentais na carreira de um médico de sucesso e cada indivíduo tem as suas necessidades", diz. 

E conclui: "Para alguns, é um final de semana inteiro livre, para outros, é um dia na semana de folga. O importante é criar uma rotina sustentável que seja saudável e não corrompa a saúde mental do médico".