Letícia Sabatella fala sobre ter sido hostilizada durante manifestação: - Queriam promover uma humilhação

Entretenimento

Letícia Sabatella fala sobre ter sido hostilizada durante manifestação: - Queriam promover uma humilhação

A atriz desabafou sobre o caso e afirmou que não irá se calar, por ter opiniões políticas diferentes, além de não aceitar o governo interino de Michel Temer

Redação Folha Vitória
Letícia foi hostilizada por manifestantes do pró-Impeachment Foto: R7

Letícia Sabatella passou recentemente por uma situação complicada. Em um domingo, quando estava passeando por uma praça em Curitiba, acabou sendo hostilizada por manifestantes pró-Impeachment. A atriz logo começou a gravar a situação e, em seguida, já foi à delegacia para registrar um boletim de ocorrência.

Em entrevista ao colunista Bruno Astuto, a atriz desabafou sobre o caso e afirmou que não irá se calar, por ter opiniões políticas diferentes, além de não aceitar o governo interino de Michel Temer. Ela contou como foi a situação:

- Estava me recuperando de um resfriado em casa e decidi sair para almoçar, num restaurante vegetariano. Sempre conversei com manifestantes, discutia com leveza, fazia um debate natural. Desta vez, um senhor me puxou para perto de um grupo de pessoas. Aí, começaram as agressões. Queriam promover uma humilhação: jogaram tinta em mim, xingaram, me empurraram e, então, liguei o celular e comecei a filmar.

Ela continua, afirmando que teve um pouco de medo:

- Só assustada um pouco. O movimento foi crescendo e uma moça me ajudou a me proteger das pessoas. Era irracional a coisa. Então, uns policiais me isolaram e quiseram me tirar dali, me colocar dentro de um camburão. Mas falei que não me acovardaria. Não queria fazer nada que sugerisse que estava saindo ameaçada, e permaneci na porta do meu prédio. Me posiciono democraticamente.