• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em meio à pandemia, banda capixaba lança clipe de música sobre saudades na próxima segunda

CORONAVÍRUS

Entretenimento

Em meio à pandemia, banda capixaba lança clipe de música sobre saudades na próxima segunda

A música liberta, aproxima e expõe o que há de mais lindo no ser humano quando falamos sobre sentimentos

Thamiris Guidoni

Redação Folha Vitória
Foto: Joice Tosta Fotografia

Um sentimento comum entre as pessoas do mundo inteiro: saudades! Saudade faz querer estar perto de quem se ama e, pensando nesse turbilhão de emoções que vivemos atualmente em tempos de isolamento social em que a falta do outro se sobressai, a banda capixaba Comichão lançará o clipe da música "Minha Live Preferida" na próxima segunda-feira (03), às 20 horas, no canal do Youtube da banda.

Três semanas! Esse foi o tempo que a galera do Comichão levou para compor e desenvolver o clipe que promete emocionar quem estiver do outro lado da tela. Jales Neto, integrante da banda, contou um pouquinho do que os capixabas podem esperar do clipe, e já adianto que a letra é de arrepiar. "O cara vê milhões de lives, mas nada se compara quando ele atende o telefone e a pessoa está do outro lado da tela".

E que atire a primeira pedra os que não sentem saudades de alguém. "A gente compôs uma música que fala sobre a situação que o nosso mundão vive. A música fala sobre saudades... É uma canção voltada para a distância entre as pessoas".

O novo clipe da banda foi criado e produzido pelos próprios capixabas. "Gravamos do alto de um prédio e fizemos a cenografia em um galpão. Além disso, a sonoridade da música imprimi um novo jeito de tocar do Comichão. A verdade é que precisamos nos reinventar e caminhar conforme o mercado".

"Se o mundo inteiro para, o amor não pode parar..."

A música liberta, aproxima e expõe o que há de mais lindo no ser humano quando falamos sobre sentimentos. "A música é meu remédio diário. Acredito que a música cura! Ela tem esse poder de mudar os sentimentos, principalmente os ruins. O mundo sem música seria um erro, independente do gênero, ela é a grande cura da humanidade".

Música também é conexão. "Essa canção nos faz refletir o quão importante é a música em nossas vidas. Nesse caso ela funciona como uma forma conexão entre as pessoas, já que estamos afastados por motivos de força maior", contou Victor Calmon.

Além de fazer um som incrível, a banda também tornou-se independente. "Minha Live Preferida é uma 'filha' linda que foi gerada por quatro compositores: Vitor Nunes, Jales Neto, Victor Calmon e Alan Vieira. Esse lançamento vem para fortalecer mais um sonho que a banda Comichão conseguiu realizar, que foi se tornar 100% independente, tanto no áudio, quanto no vídeo, visto que toda a produção do nosso conteúdo audiovisual é feito por nós".

Os personagens...

Foto: Joice Tosta Fotografia

Para o arquiteto capixaba e personagem do clipe, Arthur Rangel, a experiência de fazer parte de mais um trabalho da banda foi incrível e única. "Há dois anos participei de um clipe do Comichão, mas não foi como essa superprodução de agora. A experiência que tive, principalmente com a música, foi de refletir sobre pessoas que passam, de fato, por tudo o que a música conta. Além de muito linda, ela tem sentimento. Sou fã e amigo da banda há anos e torço muito para que as pessoas gostem. Tudo foi feito com muito carinho por todas as partes envolvidas. A experiência foi sensacional."

"Eu já assisti mais de 1 milhão de lives, mas falta você..."

E para quem acha que foi tudo combinadinho durante as gravações, se engana. "A música faz a gente sentir algo especial. A canção representa os amores que estão separados nessa quarentena. A música é incrível e me traz uma sensação boa quando ouço. Foi tudo muito espontâneo durante as gravações e tenho certeza que as pessoas vão se identificar. A experiência foi maravilhosa", contou Carla Merlo, personagem do clipe.

Um olhar por trás das câmeras

Foto: Joice Tosta Fotografia

A fotografia, por definição, é essencialmente a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa. Termos bem formais, não é mesmo? Mas não foi bem esse sentimento que a fotógrafa Joice Tosta contou que sentiu durante as gravações. "Fotografia é luz, movimento, ângulo, percepção e sensibilidade do fotógrafo. Quando estamos no estúdio conseguimos controlar mais as pessoas, mas num clipe não temos como controlar as coisas, então você só pode contar com a sensibilidade. Foi um desafio bacana."

"Só pra te ver, só pra te ver..."

Joice contou que o trabalho não foi cansativo. "Durante uma sessão fotográfica a gente fica focado no ângulo para controlar a luz e acaba sendo mais técnico, mas o clipe é uma emoção só. A música é envolvente! Você fotografa com as emoções à flor da pele. A vontade de fazer dar certo é o que motiva. Não foi cansativo em momento algum. Se eu puder resumir, foi um sentimento de emoção".

Sobre a banda Comichão

A Banda Comichão é capixaba! Formada por dois jovens artistas que tem como intuito levar alegria por meio da música e arte, ela foi fundada em 2000. A banda vem crescendo a cada ano com músicas autorais e trabalhos independentes levando ao público um show irreverente, contagiante, transmitindo originalidade e carisma por onde passa. Com uma apresentação e repertório popular, a banda já se apresentou em grandes festas agropecuários e eventos fechados por todo o país, passando por São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia.

E eles mandaram um recadinho:

Conta pra gente: qual é a sua Live Preferida?

Ficha técnica clipe

Vocalistas: Jales Neto e Victor Calmon

Atores: Arthur Rangel e Carla Merlo

Músicos :guitarrista: Igor Nunes ; Baterista: Ravi Júnior; Baixista: Rauny Sales; Sanfoneiro: Jean Emílio

Fotografa : Joice Tosta

Direção de fotografia e tratamento de cor: Edu Donna

Edição e direção do vídeo:- Victor Calmon/ Paranauê Filmes

Captação de drone: Bibico

Equipe: Carambola Music

Produção musical: Vitor Nunes

Arranjos: Vitor Nunes

Mixado e Masterizado por: Igor Nunes

Produção: Jales Neto, Paulo Vargas, Rodrigo Bokka e Taciano Entringer

Compositores: Jales Neto, Victor Calmon, Vitor Nunes e Allan Vieira

Agradecimentos: Fardin Móveis, Scorpions, Tapuya e Bruno Masioli.