• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

São Paulo quer ser a Capital Mundial do Livro em 2022

Entretenimento

São Paulo quer ser a Capital Mundial do Livro em 2022

No ano será comemorado o centenário da Semana de Arte Moderna

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

A cidade de São Paulo acaba de se candidatar para ser a Capital Mundial do Livro em 2022. A candidatura foi apresentada à Unesco por um grupo de profissionais das secretarias municipais de Educação, Cultura, Desenvolvimento Econômico e Trabalho e pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).

O ano de 2022 vai ser importante para a cidade, quando será celebrado o centenário da Semana de Arte Moderna com uma extensa agenda de eventos. Será também o bicentenário da Independência. E, ainda, ano de Bienal Internacional do Livro. Este ano, por causa do coronavírus, a feira foi cancelada. Ela seria realizada em outubro e a Câmara Brasileira do Livro esperava receber cerca de 600 mil pessoas.

O tema da candidatura foi DiverCity: many stories, one city! Segundo os organizadores, a proposta é "orientada pela diversidade - de pessoas, de culturas, de gêneros, a diversidade étnico-racial, sexual, social, política e de pensamento - que constrói São Paulo como ela é: uma cidade aberta, inclusiva, multicultural e com uma fascinante complexidade".

A atual World Book Capital é Kuala Lumpur, na Malásia. A de 2021 será Tbilisi, na Georgia. O resultado da seleção sai em setembro. Quem ganhar deverá promover a literatura e organizar leituras ao longo de um ano, começando em 23 de abril, quando é comemorado o Dia do Livro.