Letícia Sabatella revela ter sofrido assédio aos 12 anos

Entretenimento

Letícia Sabatella revela ter sofrido assédio aos 12 anos

Redação Folha Vitória
Atriz fez revelação nas redes sociais Foto: Agência Estrelando

A atriz Letícia Sabatella resolveu quebrar o silêncio sobre uma questão que, infelizmente, assombra grande parte das mulheres. Nesta quarta-feira, dia 28, Letícia postou em seu Facebook um texto sobre um assédio que sofreu aos 12 anos, voltando para casa de uma aula de balé.

- Eu devia ter 12 anos. Voltava de ônibus da aula de Ballet, no Teatro Guaíra. Descia na rua da minha casa, umas duas grandes quadras antes, acostumada a esse caminho.

Um carro, um corcel vermelho, vinha pela rua ampla, reta e longa, parou à minha altura, eu na larga calçada mais próxima aos jardins das casas do que da rua, perguntou-me "-Qual o nome dessa rua?"

-Raphael Papa.
-"Hein? Não consigo ouvir.
Eu falei mais alto e, de algum modo ele fez com que eu me aproximasse do carro para que ele conseguisse "ouvir e entender" direito.

Neste momento, ao se aproximar do carro, a atriz, então com 12 anos, percebeu que o homem estava com os olhos estatelados e segurando e exibindo seu órgão sexual.

Ela, então, tentou se defender da maneira que pôde:

- Olhando fixamente em seus olhos, dei passos precisos, sem pressa, pra trás, peguei, sem tirar os olhos dos dele, um tijolo de um montinho de construção, atrás de mim e fiquei parada, pronta para o que viesse.
Ele ainda hesitou, antes de partir lentamente, seus olhos em mim, eu o vi descer a rua ao longe , virar o carro e ainda voltar na minha direção, passando novamente pelo ponto onde eu o ameaçava com meu olhar fixo em seus movimentos, o tijolo na mão.
Quando o vi desaparecer da minha vista, corri até minha casa, coração a mil, um nojo daquilo, a minha forma de medo.
A gratidão pelo tijolo da construção.

Sabatella terminou o relato usando a hashtag #meuprimeiroassedio, criada por um coletivo feminista com o objetivo de fazer com que as mulheres denunciassem abusos e assédios. A campanha começou na semana do dia 21, quando, na estreia de MasterChef Júnior, surgiram declarações pedófilas nas redes sociais, em relação a uma das participantes, que também tem 12 anos.