Entretenimento e Cultura

Príncipe Harry abre o jogo sobre perseguição: - Não vou sofrer o mesmo tipo de bullying que matou minha mãe

Você tem acompanhado tudo sobre a pressão negativa que Meghan Markle está recebendo da mídia britânica. E, novamente, o príncipe Harry declarou total apoio à esposa e prometeu protegê-la.

Estreado no último domingo, dia 20, no Reino Unido, o novo documentário da família real, o Harry & Meghan: An African Journey (Harry & Meghan: uma jornada africana, em inglês) contou com Harry expressando o quanto a mídia negativa machucou ele e a esposa.

Em conversa com Tom Bradby, do ITV, o Duque de Sussex falou um pouco sobre a situação:

- Olha, parte deste e de qualquer trabalho, para qualquer pessoa, significa ter coragem e relevar uma porção de coisas. Mas, de novo, para mim e para minha esposa, é claro que essas coisas nos machucam - especialmente quando a maioria delas são falsas, comentou Harry sobre o comportamento da mídia.

No documentário que mostra a turnê de Harry e Meghan, junto com o pequeno Archie, pelo Sul da África, foi revelado também que Meghan entrou com uma ação judicial contra o jornal Mail on Sunday, por ter publicado uma carta pessoal que ela havia enviado ao pai.

Sobre o assunto, Harry diz dar enfoque à transparência, mas ressalta que não vai deixar sua família passar por maus bocados - como já aconteceu com sua mãe, Diana.

- Tudo o que precisamos fazer é focar em ser verdadeiro, focar nas pessoas que estão do nosso lado e no que realmente acreditamos. Eu não vou sofrer o mesmo tipo de bullying que matou minha mãe, ele adicionou.

A situação toda é extremamente desconfortável, né?

Pontos moeda