Audiência com Luiza Brunet e Lírio Parisotto tem interrogatório adiado

Entretenimento

Audiência com Luiza Brunet e Lírio Parisotto tem interrogatório adiado

A batalha judicial entre os dois ainda não terminou. Isso porque apenas quatro testemunhas das seis da parte de Lírio Parisotto compareceram ao Tribunal para prestar seus depoimentos

Redação Folha Vitória
A batalha judicial entre Lírio Parisotto e Luiza Brunet continua Foto: Reprodução/Instagram

Na tarde da última terça-feira, dia 29, aconteceu no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo, a audiência envolvendo Luiza Brunet e seu ex-companheiro, o empresário Lírio Parisotto, que é acusado pela atriz de agressão.

Em nota oficial, o advogado da modelo, Pedro Fonseca, informou que Luiza prestou todas as informações necessárias à reconstrução da verdade e à realização da Justiça, demonstrando convincentemente a ocorrência das graves agressões praticadas pelo empresário. No entanto, a batalha judicial entre os dois ainda não terminou. Isso porque apenas quatro testemunhas das seis da parte de Lírio Parisotto compareceram ao Tribunal para prestar seus depoimentos, o que acabou por adiar o julgamento do réu.

Luiza Brunet, por sua vez, foi ouvida pela juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcante, da Vara do Foro Central da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, assim como outra testemunha, da defesa da atriz.

Para o advogado da mãe de Yasmin Brunet, que a defendeu recentemente das acusações de Lírio Parisotto, o empresário usou como estratégia a falta das testemunhas para adiar a resolução do caso: - Se ele estivesse tão confiante, como tenta exibir na mídia, não teria usado destes expedientes para adiar os debates e julgamento, afirmou na nota oficial.

Pedro Fonseca ainda falou sobre os dois habeas corpus impetrados pelos advogados do empresário para suspender a audiência - e negados pela Justiça: - Quem quer ser ouvido não tenta suspender a audiência por duas vezes.