Lena Dunham se desculpa após defender escritor de Girls em caso de assédio

Entretenimento

Lena Dunham se desculpa após defender escritor de Girls em caso de assédio

Redação Folha Vitória

-

No último sábado, dia 18, Murray Miller, escritor de Girls, foi acusado de estupro pela atriz Aurora Perrineau. Segundo informações do jornal The Independent, a artista alega que foi abusada sexualmente por Miller quando tinha apenas 17 anos de idade. Após a denúncia, Lena Dunham saiu em defesa do colega junto com outra produtora, Jenni Korner, e afirmou que essa acusação faz parte de 3% dos casos de assédio que são computados de forma errada todos os anos. Para Dunham, a conduta de Miller não o permitiria cometer abuso com nenhuma mulher.

A declaração da artista gerou polêmica e e Dunham decidiu se desculpar pela declaração nas redes sociais. A atriz publicou um depoimento no Twitter pedindo desculpas por toda a situação.

Como feministas, vivemos e morremos por nossa própria política e acreditamos que as mulheres deverão ser a nossa primeira escolha todos os dias ao dormimos e acordamos. Portanto, eu nunca imaginei que fosse escrever uma declaração apoiando publicamente alguém acusado de estupro, mas eu ingenuamente acreditei que era importante compartilhar a minha perspectiva na situação do meu amigo já que convivemos juntos atrás das câmeras nos últimos meses. Eu entendo agora que foi um período absolutamente horrível para me manifestar com esse depoimento e peço desculpas por isso. Nos foi dado o dom de vozes poderosas e falando colocamos nosso peso na balança e foi errado. Nos arrependemos dessa decisão intensamente. Toda mulher que vem à público merece ser ouvida, completamente, e nossa relação com o acusado não deve ser parte de nada ao examinar o caso. Cada pessoa e cada feminista deve ouví-la. No patriarcado, o Eu acredito em você é essencial. Até que todos acreditem em nós, nunca acreditarão. Nós pedimos desculpas a qualquer mulher que tenha se ofendido.