• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Carnaval da Novo Império faz homenagem aos 100 anos da Estiva

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Carnaval da Novo Império faz homenagem aos 100 anos da Estiva

O enredo da escola para este ano é “No vai e vem do mar, lá se vão 100 anos do Sindicato da Estiva”, um tema que tem total elo com a comunidade

Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória

Apostando na garra da comunidade e na experiência do carnavalesco carioca Jorge Caribé, a Novo Império, segunda escola a desfilar no sábado do Carnaval de Vitória (03), busca em 2018 superar o resultado obtido no último desfile, quando ficou com a quarta colocação. 

O enredo da escola para este ano é “No vai e vem do mar, lá se vão 100 anos do Sindicato da Estiva”, um tema que tem total elo com a comunidade, já que a maioria dos fundadores da agremiação possuíam ligações com a entidade.

Imperiano eu sou
É força, garra da comunidade
A Sindestiva vem no balanço do mar
Pro centenário comemorar

Segundo o diretor de harmonia da agremiação, Vitor Covre, a escola está mais organizada em comparação ao ano anterior. Além disso, um dos pontos fortes do desfile será o samba, que foi muito cantado durante o ensaio técnico da última quinta-feira (25) no Sambão do Povo.

"A comunidade abraçou o samba, e quando isso acontece, "o chão"(componentes) da Novo Império torna a escola ainda mais forte. Também aposto em nossa bateria, que devido a ousadia de sempre, é reconhecida como a Orquestra Capixaba de Percussão", ressalta Vitor.

Bate o tambor que chegou a marinhagem
Damas, cassinos, boêmios, malandragem
A orquestra da o tom em uma só canção
Hoje é noite de fascinação

Para Carlos Fabian, diretor de carnaval da agremiação, a Novo Império conta com a qualidade dos seus quesitos para brigar pelo título do Carnaval Capixaba. "Vamos apresentar um carnaval bonito, alegre, técnico e digno da comunidade. Podemos não ter o mesmo luxo que nossas concorrentes, mas vamos compensar no samba no pé e na garra dos foliões", ressalta.

Carlos Fabian também relata que o carnaval do Império será de fácil leitura e coerência com o enredo. Além disso, afirma que o carnaval está bem desenvolvido. "Faltando apenas uma semana para os desfiles do Grupo Especial, as alegorias estão 80% prontas e as fantasias já serão entregues na próxima semana. Um dos pontos principais no desenvolvimento do carnaval deste ano foi a organização", relata.

A Novo Império irá desfilar e contar a história do Sindicato dos Estivadores através de quatro carros alegóricos e 1600 componentes divididos em 20 alas. 

Ficha Técnica da Novo Império:

Presidente: Alessandro Sousa Santos
Carnavalesco: Jorge Caribé
Intérprete: Celso Júnior 
Mestre de Bateria: Mestre Glê
Rainha: Raiany Rosa
Coreógrafo da comissão de frente: Andrezinho Castro
Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Kleyson Faria e Amanda Ribeiro
Quantidade de Carros Alegóricos: 4
Tripés: 2
Quantidade de alas:20
Número de componentes:1.600

Samba Enredo: “No vai e vem do mar, lá se vão 100 anos do Sindicato da Estiva”
Compositores: Artur Nicolau, Gabriel Nicolau, Tadeu Ronchi, Tim Santos, Lolo, Thiago Bandeira, Kaike Sant’Anna e Rogério Só Filé

Imperiano eu sou
É força, garra da comunidade
A Sindestiva vem no balanço do mar
Pro centenário comemorar

Odoyá, Janaína
Ôh! Mãe das águas, traçou meu caminho
Um porto de inspiração,
Imigrantes batalharam nesse chão
Do norte do Brasil para nossa capital o
Comércio se expandiu é internacional
Com a força de um povo guerreiro, suor derramado no chão
Do índio, branco e negro, miscigenação

Bate o tambor que chegou a marinhagem
Damas, cassinos, boêmios, malandragem
A orquestra da o tom em uma só canção
Hoje é noite de fascinação

Em cada olhar vejo um novo amanhecer,
O orgulho de ter o solo abençoado
Semear o grão, rumo a exportação
É festa vamos comemorar
Sob as bênçãos de Nossa Senhora, Salve São Benedito,
Hoje é dia de celebrar!
Meu paraíso não existe nada igual,
É lindo ver o trabalho a beija do cais
Todos num só coração, chegou a estiva guerreira
Novo Império é raiz, bate no peito e diz.