• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Unidos da Piedade exalta as flores e promete desfile grandioso e poético sobre o tema

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Unidos da Piedade exalta as flores e promete desfile grandioso e poético sobre o tema

Paulo Balbino também ressalta que os carros alegóricos serão grandiosos e de fácil leitura, assim como as fantasias, que vão ressaltar todo o colorido do tema

Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória

Reportagem: Gustavo Fernando

Com o enredo “Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores”, a Unidos da Piedade tenta em 2018 superar o bom carnaval do último ano, quando ficou na terceira colocação do Carnaval Capixaba. 

Da criação do universo a inspiração artística, o desfile da Unidos da Piedade, a maior campeã do samba capixaba, com 13 títulos em sua história, promete seduzir e encantar o público no Sambão do Povo, e os jurados, com quatro alegorias e 1860 componentes divididos em 22 alas. 

Pra não dizer que não falei das flores
De todos amores a mais querida
No samba a raiz desabrochou
Sou Piedade exalando amor

Mas para isso a escola deve quebrar um tabu, já que não vence o Carnaval Capixaba desde 1986, apesar dos bons desfiles que vêm realizando nos últimos anos. E um dos trunfos da agremiação é o carnavalesco Paulo Balbino, que afirma que esse é o seu melhor carnaval na Piedade.

"Faço um desfile para garantir um bom espetáculo para o público. Entre os destaques está a comissão de frente, que este ano vem poética e clássica", afirma o carnavalesco.

Paulo Balbino também ressalta que os carros alegóricos serão grandiosos e de fácil leitura, assim como as fantasias, que vão ressaltar todo o colorido do tema.

A Unidos da Piedade, que irá desfilar com duas alas coreografadas, abordará a utilização das flores em diversas civilizações e também na leitura, pintura, cinema, música e religião. 

Confira a ficha técnica da Unidos da Piedade:

Presidente: Edvaldo Teixeira da Silveira
Carnavalesco: Paulo Balbino
Intérprete: Kleber Simpatia
Mestre de Bateria: Mestre Sapo
Rainha: Rose Oliveira
Coreografo da comissão de frente: Paulo Balbino e Elisa
Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Alana e Tatu
Quantidade de Carros Alegóricos: 4
Tripés: 1
Quantidade de alas: 22
Número de componentes: 1860

Samba Enredo: “Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores”
Compositores: Roberth Melodia, Leandro Bonaza, Léo Soares, R. Lira, Cassius Macaé, Alan Rabelo, Shazan, Victor Alves, Fernando Brito, Diego do Carmo e Kléber Simpatia

Pra não dizer que não falei das flores
De todos amores a mais querida
No samba a raiz desabrochou
Sou Piedade exalando amor

Floresceu…
No paraíso a mais perfeita criação
Anjos e fadas anunciam
Das trevas fez-se a luz na imensidão
Na terra plantou, no mundo germinou
O raro esplendor da natureza
Num sopro o vento levou
Desabrochou tanta beleza
Encantou as civilizações
Cultuada em sagrados rituais
Na valsa das flores, tão belas as cores
Perfume delicado e fugaz

Quem dera um lindo jardim
Com lírios, jasmins pra se admirar
Ver a sutileza de um beija-flor
Cortejando orquídeas ao luar

Nos versos, nas lendas encanta
Inspira amores ás lindas canções
Em telas desliza o pincel
Enfeitando as quatro estações
Bem me quer, sentir o brilho do amanhecer
Meu amor, trago essa rosa só pra você
Enfeitar, cobrir de flores esse mar
Divino é ver um novo dia
Florir essa avenida de alegria.