Maria Otília, a corredora que participou de todas as edições da Dez Milhas Garoto!

No dia 17 de setembro de 1989, a corredora Maria Otília Moraes de Barros era uma das poucas mulheres alinhadas na largada da “1ª Grande Corrida Rústica dos 60 anos da Chocolates Garoto”, que contou com a participação de 735 corredores. “A maioria era homem. Tinham poucas mulheres e, que eu me lembre, era só eu e mais duas amigas. Mas eu não me intimidava, corria entre os homens e o clima era de muita amizade”, relembra.

Vestindo uma camiseta amarela de algodão, com o slogan “60 anos com cara de Garoto”, dona Maria Otília, na época com 44 anos, largou para a 1ª edição da Dez Milhas Garoto, que já tinha o percurso de 16km, passando apenas por bairros de Vila Velha. A largada, como mostra o mapa guardado até hoje pela veterana, era da Fábrica da Chocolates Garoto, passando pelos bairros: Santa Inês, Ibes, Guadalajara, Jardim Colorado, Coqueiral de Itaparica, Itapoã, Praia da Costa, Centro, até a chegada na Glória.

“Eles entregaram esse mapa na hora da inscrição e a gente usava para treinar o percurso", conta Maria Otília
“Eles entregaram esse mapa na hora da inscrição e a gente usava para treinar o percurso”

Em 1991, na 3ª edição da Dez Milhas Garoto, Maria Otília estreou o novo percurso da prova passando pela primeira vez na Terceira Ponte, um marco na história da corrida. Em 1992, na 4ª edição da prova, subiu pela primeira vez ao pódio no 1º lugar na chamada “categoria G”. E foi premiada com troféus durante outras nove edições da corrida mais gostosa do Espírito Santo – a maioria nas categorias faixa etária – 45 a 49 anos; 50 a 54 anos, 55 a 59 anos, 60 a 64 anos e 65 a 69 anos. “Subi a pódio várias vezes. Esses são apenas alguns dos troféus que tenho guardado, mas até premiação em dinheiro eu recebi na Dez Milhas Garoto”, conta cheia de orgulho!

A corredora exibe cheia de orgulho a camisa histórica da 1ª edição com o slogan “60 anos com cara de Garoto”
A corredora exibe cheia de orgulho a camisa histórica da 1ª edição da prova

Para resgatar a história da maior corrida do Espírito Santo, fui atrás de alguns “Apaixonados pela Dez Milhas Garoto”. Dona Maria Otília não poderia deixar de ser a primeira homenageada dessa seção especial do Blog Corrida de Rua. Além de ter participado de todas as 25 edições da prova, ela começou a correr em uma época que não era muito comum ver mulheres no asfalto aqui no Espírito Santo.

Se recuperando de uma lesão na coluna, andando com dificuldade, mas com a certeza de que vai estar pronta para encarar sua 26ª edição da Dez Milhas Garoto no dia 16 de agosto, dona Maria Otília me recebeu na última semana na academia de judô da família, no bairro Vila Nova, em Vila Velha. “Estou treinando e, quando chegar no dia, vou dar conta do recado”.

Maria Otília encontrou na corrida uma opção para acompanhar a família de esportistas. O marido, José Maria de Barros, é professor de Judô, e os filhos também se tornaram atletas representando o Espírito Santo no cenário nacional e internacional. Quando pergunto por que ela não seguiu as artes marciais, a corredora responde: “Correr é melhor!”

Dez Milhas Garoto Maria Otília Corredora que participou de todas as edições 3

Em cima do tatame da família, ela estendeu as 17 camisetas da prova que ainda guarda com muito carinho. A da 1ª edição, considerada uma relíquia, teve uma parte destruída por traças e ela rapidamente improvisou um bordado em formato de flor. “Já recebi até proposta de amigos corredores para vendê-la! Mas eu falei para esquecerem. Nem pensar!”, brinca.

Dez Milhas Garoto Maria Otília Corredora que participou de todas as edições 5
Alguns dos troféus que dona Maria Otília coleciona da Dez Milhas Garoto

E é na academia, ao lado das conquistas dos filhos e do marido, que ela guarda os troféus e todas as suas medalhas das 25 edições da Dez Milhas Garoto. Algumas de plástico, outras com as gravações apagadas pelo tempo, mas cada uma representando uma vitória para Maria Otília. “Tenho o maior orgulho de dizer que estive em todas as edições da Dez Milhas Garoto e já incentivei muita gente a correr a prova. Esse ano eu não tinha tanta certeza que iria, por causa da lesão na coluna, mas vou fazer de tudo para estar lá na minha 26ª edição. Não posso deixar de ir”.

Sobre as mudanças ao longo dos 26 anos de corrida, Maria Otília é enfática: “O percurso ficou muito mais bonito e cheio de belezas, por que o nosso Estado cresceu. Sem falar no aumento do número de participantes e a amizade e o entrosamento que vemos entre os corredores no dia da prova”.

Estático 682x200px ApaixonadosNão deixei de conferir aqui, próxima terça-feira (04), mais uma história dos “Apaixonados pela Dez Milhas Garoto“. Ah, e se você participou das primeiras edições da prova e também tem medalhas e camisas para mostrar, me escreva: [email protected]

3 Replies to “Maria Otília, a corredora que participou de todas as edições da Dez Milhas Garoto!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *