Meia Maratona do Verde e das Águas: organização nota 10, percurso desafiador e… queremos mais em 2016!

No último domingo (08), participei da Meia Maratona do Verde e das Águas, na Reserva Natural Vale, em Linhares, no norte do Espírito Santo. Ao todo, 500 corredores testaram seus limites e percorreram 5km, 10km e 21km, no meio da Mata Atlântica.

O percurso, lindo e desafiador, passou por lagos, trechos de terra e areia, subidas e descidas e o calor e o clima úmido da floresta aumentaram o grau de dificuldade da prova. Mas a organização da prova montou uma mega estrutura para dar conforto aos atletas. O trajeto foi todo sinalizado com fitas zebradas e os staffs ficaram posicionados em pontos estratégicos para evitar os erros de percurso dos atletas.

Eles correram…

12241603_1255311067819486_4453236420227207787_nA ganhadora dos 21km, Diana Bellon, escolheu o evento para fazer sua estreia na meia maratona e ressalta que a estrutura montada para receber os atletas foi essencial para a superação do percurso difícil.

“Nunca tinha competido em uma Meia Maratona. Já fiz uma maratona, mas nunca havia corrido os 21km. E lá fui eu me inscrever na Meia Maratona do Verde e das Águas. Só por saber que o terreno era terra e não asfalto, já fiquei mega feliz, pois devido a um acidente que lesionei o joelho direito ainda sinto fortes dores quando corro em asfalto. O percurso foi realmente castigante. Teve trechos de muita sombra  e trechos onde o sol nos atingia sem dó e um clima abafado que chegava a dar calafrios, porém, a prova foi tranquila, muito bem organizada com uma estrutura fantástica de hidratação. Com certeza, ano que vem estarei de volta! Valeu a pena cada minuto, cada quilômetro percorrido”, conta Diana.

O meu treinador, professor Michell Raposo, ficou em 5º lugar no percurso de 10km e, como sempre, enriquece o blog Corrida de Rua com o seu relato sobre a prova. Confira:

Com um troféu sensacional, medalhas de participação lindas, pódio para os cinco primeiros lugares gerais em cada distância e classificação de faixa etária nos 21k, estrutura de prova internacional e apoio fantástico, a Meia Maratona do Verde e das Águas na Reserva da Vale mostrou ao Estado como organizar uma prova que, na minha humilde opinião de treinador de corrida e orientador de mais de 30 atletas, simplesmente serve de referência nos quesitos: inovação, percurso, premiação e o principal: ATENDIMENTO, ATENÇÃO E PREOCUPAÇÃO em oferecer o melhor a cada participante.

Uma prova com percurso muito, mas, muito técnico, mostrou aos atletas que para participar de uma corrida é necessário, antes de tudo, treinamento, dedicação e ter a consciência de seus limites. Pontos de melhoria sempre serão citados, porém, os acertos foram quase em sua totalidade. Logo, deixo aqui os parabéns à organização da prova e em especial ao Lúcio Caliman, pela gentileza, atenção e carinho para com todos.

12195836_135442810149459_2753424721994237458_n

Confira os resultados oficiais em cada categoria e as fotos oficiais do evento.

10km feminino | 10km masculino | 21km feminino | 21km masculino | 5km feminino | 5km masculino 

Eu corri, caminhei e “descansei”!

0

Atraída pela proposta da Meia Maratona do Verde e das Águas, mas ainda sem preparo para encarar meus primeiros 21km, decidi me inscrever para correr apenas os 5km. Fui sem meta pessoal estabelecida, sem preocupação com o tempo e com a ideia de que faria uma prova para “descansar”.  Descansar correndo? Sim! Como?

Alinhada na largada, sentindo toda a energia da floresta e dos corredores, eu olhei para o pulso esquerdo e decidi que ia “procurar os satélites do GPS” apenas para ter a noção da distância percorrida. Com a câmera na mão, comecei a correr devagar, sem pressa para cruzar a linha de chegada. Comecei a ouvir música, mas quando um dos fones se desprendeu do ouvido percebi que o barulho das passadas dos corredores batendo na terra era a trilha sonora perfeita. Veja!

Caminhei boa parte do percurso olhando cada árvore frutífera que encontrava pelo caminho: jaca, caju, jambo, jabuticaba… Rezei, respirei, me emocionei, parei pra fazer fotos, pensei na vida e nos sonhos que ainda preciso realizar…

Quase chegando ao fim dos 5km, antes de sair do meio das árvores, puxei o ar bem fundo, enchi o peito e abasteci meus pulmões. Ao cruzar a linha de chegada, me senti “descansada” e pronta para a largada de uma nova corrida na vida!

Quero agradecer ao Lúcio Caliman, que comandou toda a organização da Meia Maratona do Verde e das Águas, por compartilhar comigo o início da concepção do projeto e o sucesso do evento na prática. Aguardo a data da edição 2016 e confirmo desde já a minha presença!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *