Maratonista agredido pelo filho usuário de drogas está lúcido e já apresenta melhoras

Reportagem: Alissandra Mendes 

O maratonista Valdemir de Matos, de 70 anos, que foi agredido pelo filho na noite de sexta-feira (11), em Cachoeiro de Itapemirim, foi transferido para o quarto na tarde deste domingo (13), por apresentar melhoras na recuperação dos ferimentos. Ele está lúcido e já deve receber alta nos próximos dias.

Segundo o filho, Valdemir de Matos Junior, o pai não corre nenhum risco. “Ele está conversando, está lúcido. Está com o rosto machucado, mas não terá sequelas. Está fazendo todos os exames e os resultados são os melhores. Ele disse que o inimigo tentou, mas não foi desta vez que o derrubou. Meu pai é forte e tem muita fé em Deus”, comenta.

O filho mais velho de Valdemir, Júlio César da Cruz de Matos, de 33 anos, acusado da agressão, foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e está preso. “Sempre vemos casos assim em outras famílias e nunca imaginamos que vá acontecer conosco. São casos que acontecem diariamente pelo país. Acredito e confio em Deus e sei que tudo na vida tem um propósito Espero que esse acontecido toque o meu irmão para ele dar mais valor a família e ao nosso pai”, completa Junior.

Valdemir de Matos, que completa 71 anos em maio, foi um dos escolhidos para carregar a Tocha Olímpica, durante a passagem por Cachoeiro de Itapemirim, três dias depois de seu aniversário.

Leave a Reply

Your email address will not be published.