Especialista em corrida dá dicas para reta final de preparação para a Garoto

A três semanas da esperada Dez Milhas Garoto, que acontece no dia 29 de setembro, tem corredor se perguntando se deve ou não intensificar o fortalecimento das pernas.

Fica aquela dúvida: “Devo aprimorar a série de pernas na musculação”. Para o professor de Educação Física e especialista em corrida de rua Tiago Thomaz, é preciso, primeiramente, avaliar a condição de cada atleta.

“Dependendo de qual for o objetivo na corrida e de acordo com o condicionamento e a experiência do corredor, pode ser mantido o trabalho de 2 a 3 treinos semanais em dias alternados. Porém, faltando 3 semanas para a Dez Milhas Garoto, não sugiro iniciar os treinos de força voltados para a prova”.

Uma sugestão do professor é alternar os treinos de força com a corrida, mas analisando as preferências e as condições físicas de cada. “Nesta final de preparação, sugiro treinar em dias alternados porque, nesse momento, diminuímos a importância do treino de força em detrimento à qualificação de rendimento na Garoto”, destacou Tiago.

O enfoque, então, é na estratégia de como encarar a prova, e não no treinamento de força. “A atenção especial é voltada para qualificar o pace de prova, definir as estratégias (intensidade e reposições) durante o percurso. Treinos de força são alvos nos primeiros 2 a 3 meses de preparação”, disse o professor.

Ele completou: “Nestas três próximas semanas, começamos a tirar o  volume e qualificar o pace. A Meia Maratona de Vitória, no próximo final de semana, é um vestibular de quem vai fazer a Garoto”.

No entanto, se algum atleta não tem “rodagem” na corrida ou é estreante e quer iniciar agora a preparação para encarar a prova, o ideal é deixar para o ano que vem. “O ideal para quem nunca correu é ter quatro meses de preparação.

“Esse tempo é o mais indicado pois, nos dois primeiros meses, trabalhamos com projeção em corrida e trabalho de força. Nos terceiro e quarto meses, tiramos a importância do trabalho de força. A reta final é focada apenas nos treinos de corrida. Para fazer a prova daqui a quase três semanas e você nunca correu, melhor não encarar, a não ser que seja um ex-atleta que já tenha certo condicionamento”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *