Trio capixaba do futebol de areia vai jogar a Champions League Feminina

Aos sábados, nas areias do Tancredão, a bola está rolando para o Circuito Feminino de Futebol de Areia. E o beach soccer feminino está rendendo bons frutos para o Estado. Três feras do Geração Sports estão com passagem marcada para a Itália, onde vão disputar a Champions League Feminina. Noele Bastos, Bárbara Colodetti e Letícia Villar vão defender times italianos e levar toda a habilidade do futebol brasileiro para o continente europeu.

As três jogadoras dividem os treinos com trabalho e já sonham alto. A defensora Noele, de 26 anos, já tem experiência internacional. No ano passado, ela disputou o campeonato italiano ao lado de Bárbara pelo Catanzaro e encantou os italianos com seu futebol. Na ocasião, ela foi vice-campeã, perdendo para o Terracina.

A habilidade da capixaba chamou atenção e, agora, ela vai defender o atual campeão italiano na Champions League. O contrato já está assinado. Na bagagem? Disposição, garra e paixão pelo beach soccer.

Noele é professora de Educação Física, começou no esporte com o vôlei de praia e, para melhorar a parte física, foi para o Geração. Aos 20 anos, por causa da irmã Nicole, foi definitivamente para o futebol de areia. E a mudança deu certo: hoje, ela é referência do beach soccer. “O campeonato italiano no ano passado foi uma experiência nova e incrível. A organização de lá, em termos de campeonato, é melhor. Mas em relação a técnica, o Brasil é mais apurado”.

Desafio

Sobre a Champions, Noele diz que gostaria de ter uma companheira brasileira ao seu lado, mas que está pronta fisicamente. “Eu queria ter uma das meninas no mesmo time. Ano passado, joguei com a Bárbara, e será um desafio a mais, por não dominar a língua e estar um pouco sozinha. São 16 equipes europeias, mas quero ser campeã da Champions. Estou totalmente focada para isso, e eu brinco aqui que quero ser a melhor jogadora da Europa. Sei que vai ter muita menina boa lá, mas coloquei na minha cabeça, a partir de livros motivacionais que estou lendo, e o primeiro pensamento tem que vir da gente. Claro que o objetivo é ser campeã. Vou deixar meu coração e meu sangue dentro de quadra”.

Noele sai das areias de Camburi para defender o atual campeão italiano na Champions League. (Foto: André Sobral)
Noele sai das areias de Camburi para defender o atual campeão italiano na Champions League. (Foto: André Sobral)

Sonho realizado

A pivô Letícia Villar e a defensora Bárbara Colodetti, que também são capixabas, vestirão a camisa do Catanzaro na Champions. Bárbara já tem experiencia internacional e já foi vice-campeã italiana.

Bárbara destacou que disputar a Champions League é um sonho realizado (Foto: André Sobral)
Bárbara destacou que disputar a Champions League é um sonho realizado (Foto: André Sobral)

Ela começou no futsal, mas, aos 12 anos, encontrou-se no beach soccer. “A Champions é um sonho realizado. Nós jogamos campo e futsal, mas a nossa paixão é a areia. É bom participar de um campeonato com essa representatividade. Assim como no ano passado, espero que se abram mais portas, não só na Itália, mas em outros países. Que cada vez mais brasileiras possam ir e voltar com o título, pois obviamente ninguém está indo para perder”, disse Bárbara, que divide os seus treinos cursando a faculdade de Arquitetura e Urbanismo.

Já Letícia Villar, de 23 anos, formada em Administração, deu o pontapé no esporte praticando futebol. Cresceu no Geração e diz ter muito amor pela instituição. Ela, que sempre jogou de pivô, também curte jogar de ala, posição na qual pode avançar, defender e explorar a velocidade.

Letícia destacou que começou a se apaixonar pelo futebol de areia desde cedo. (Foto: André Sobral)
Letícia destacou que começou a se apaixonar pelo futebol de areia desde cedo. (Foto: André Sobral)

“Essa Champions é um sonho total. Jamais pensei que fosse viver para jogar uma competição como essa. Aqui a gente joga desde pequeno, mas há poucos campeonatos. No ano passado, Bárbara e Noele foram indicadas pelo Bruno Xavier, e este ano tenho a oportunidade de ir com elas. Tomara que consigamos abrir muitas portas. É surreal, e espero que essa preparação tenha sido boa para chegarmos bem”.

Técnico comemora

O professor e técnico do Geração, Carlos Henrique Simões, comemora a conquista de suas atletas. “Bacana ter três capixabas, e isso reforça o futebol de areia capixaba no mundo. As três são oriundas do Geração. E essa oportunidade de elas jogarem fora engrandece nosso trabalho. No momento em que estávamos em escassez de competições, as alunas da base querem ficar um pouco mais para conhecer as meninas. Elas querem saber quem é a Noele, quem é a Bárbara”.

Sobre o Circuito Feminino de Beach Soccer, ele diz: “A competição está bacana e surge no momento em que a Liga quer fomentar o futebol feminino. É o momento de achar outros talentos. Caso ocorra o Brasileiro, o Geração é um dos possíveis participantes da competição. No fim de abril, a Conmebol vai definir se vai ter Sul-Americano”, finalizou.

Saiba mais

Champions League Feminina

Será disputada de 23 a 29 de maio, na cidade de Catania, na Itália, com a presença de 16 equipes europeias.

Terceira rodada do Circuito Feminino de Futebol de Areia

Para quem quiser ver Noele, Bárbara e Letícia em ação antes da Champions, a bola continua rolando para o Circuito Feminino de Futebol de Areia no Tancredão. O primeiro jogo começa às 16 horas, neste sábado (16).

Jogos:
Geração x CTVV
Galáticos x São Pedro
PSNE x Guaraná
Raridade x Vila Nova


 

Viu algo interessante no mundo do esporte?  Envie sugestão para:

[email protected]

Facebook_icon.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *