Jogos Paralímpicos: capixaba Patrícia Pereira está na final dos 50m peito

“Estamos na final dos 50m peito hoje à noite. Mesmo não sendo sua principal prova, estar entre as oitos melhores do mundo é fantástico.”, assim falou Leonardo Miglinas, técnico da atleta Patrícia Pereira. A capixaba entra na piscina às 19h em busca de mais uma medalha. (ela já levou a prata no revezamento 4×50 metros livre 20 pontos.)

História

Patrícia Pereira sofreu um assalto e, por consequência de um tiro, possui uma grave lesão medular. Ela, que era atleta de basquete, não deixou que a lesão a atrapalhasse na sua história de amor com o esporte. Saiu das quadras para as piscinas. Hoje, já são nove anos de natação.

_DSC0590
Foto: André Sobral

Ela ainda dá um recado: “Se movimente, faça o que faz você feliz. O esporte não só me tornou uma atleta. O esporte deu sentido à minha vida. Eu era depressiva e imaginava que nunca mais iria fazer nada. Hoje, as pessoas me veem como referência, e isso é muito bacana. As pessoas não veem você como uma coitada”, finalizou a atleta paralímpica.

No sábado, dia 17, será a vez dos 50 metros livre, onde é uma das mais rápidas do mundo.

Foto: Léo Silveira
Foto: Léo Silveira

 

Viu algo interessante no mundo do esporte?  Envie sugestão para:

[email protected]

Facebook_icon.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *