Torneio Sacando para o Futuro conhece campeões e revela promessas do vôlei de praia

Pequenos no tamanho, mas gigantes no talento. Numa disputa ponto a ponto, com direito a choro no final e torcida emocionada, as finais do I Torneio Sacando para o Futuro foram movimentadas, na noite desta última quinta-feira (12), no Centro de Treinamento (CT) de Vôlei de Praia, na praça dos Namorados.

Os resultados foram estes:

  • sub 12: 1 – Maik/Endrik x 2 – João Pedro/Pedro (23 x 21)
  • sub 14: 1 – Felipe/Luis x 2 – Anderson/Guilherme (21 x 18)
  • sub 16: 1 – Ryan/Gustavo x 2 – João/Vitor (21 x 16)
  • sub 18: 1 – Erivelton/Yan x 2 – Jam/Leo (21 x 15)

Com o ouro na categoria sub 12, Maik não conteve a emoção. “É a primeira competição, e achei legal todo mundo brincando e chorando também. Eu quero ser jogador de quadra, mas meu ídolo é o Alison Cerutti, o ‘Mamute'”.

Maik exibe com orgulho a medalha de ouro conquistada na categoria sub 12. (Foto: Léo Silveira)
Maik exibe com orgulho a medalha de ouro conquistada na categoria sub 12. (Foto: Léo Silveira)

O professor Eduardo Pádua, que está à frente do projeto Sacando para o Futuro, analisou a competição: “É o primeiro torneio em que eles estão começando a vivenciar uma competição de verdade, toda aquela questão de ser atleta e do nervosismo. Foi ótimo e de excelente nível. Que este CT seja mesmo uma referência no município em revelação de atletas e treinamento. O vôlei de praia do Espírito Santo é tão famoso, e a gente espera que aqui dê uma contribuição também”.

Sacando para o Futuro

O projeto, que começou em 2015, hoje conta com 42 alunos e está com vagas abertas. Basta procurar o CT às segundas, quartas e sextas, a partir das 7 horas, e às terças e quintas, às 16 horas. Jovens de até 17 anos de idade matriculados em escolas podem participar.

II Torneio de Duplas do Centro de Treinamento de Vitória

Na próxima quinta (19), o CT de Vôlei de Praia vai conhecer os campeões do adulto. Lucas, de 18 anos, que é estudante, marcou sua estreia no torneio adulto. “O professor Eduardo me convidou para o projeto no ano passado e participei do torneio formando dupla com Arnaldo. Gosto de jogar na areia, e esse projeto me abriu essa oportunidade. Areia é o que sempre amei e gostaria de me profissionalizar, caso tenha essa oportunidade”, disse Lucas, que sonha ser engenheiro civil fora da quadra.

Lucas afirmou que espera seguir a carreira profissional de jogador de vôlei de praia. (Foto: Léo Silveira)
Lucas afirmou que espera seguir a carreira profissional de jogador de vôlei de praia. (Foto: Léo Silveira)

O Torneio de Duplas registrou recorde de inscritos, com 26 duplas femininas e 21 masculinas, sendo disputado das 19 às 22 horas.


 

Viu algo interessante no mundo do esporte?  Envie sugestão para:

[email protected]

Facebook_icon.svgfoto-instagram-esboco-do-logotipo-da-camera_318-56004

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *