Analista de TI vira mestre, abre academia e vai disputar tricampeonato estadual de kickboxing neste domingo (25)

Aos oito anos de idade ele teve seu primeiro contato com a luta e desde então o esporte virou paixão. Sempre ministrou aula de artes marciais e conciliava seu tempo com o trabalho na área da tecnologia da informação. Em 2016, aos 46, perdeu o emprego e decidiu colocar em prática seu maior sonho: trocar o escritório pelo tatame e viver das artes marciais. Faixa preta em taekwondo, naquele ano, virou faixa preta de Kickboxing. E aos 53, o Mestre Alexandre Bento vai disputar neste domingo (25), o Estadual de Kickboxing em Colatina. O objetivo? O tricampeonato na categoria master e provar que para ser campeão não tem idade.

Alexandre vai representar a academia a qual ele é proprietário, Centro de Lutas Jardim da Penha, no point fight nas categorias máster e adulto e kick light na master, buscando ranking para disputar o Brasileiro. Além do Mestre Alexandre, pela academia, competem os atletas:  Lucas Coelho (faixa marrom), no point fight, light contact e kick light – categoria adulto 69kg e Antônio Oliveira (faixa marrom), no point fight e kick light, categoria master.

Lucas Coelho, Mestre Alexandre Bento e Antônio Oliveira vão disputar o Estadual de Kickboxing representando o Centro de Lutas Jardim da Penha.

Quando questionado se tem idade para o esporte, Mestre Alexandre é enfático: “Nunca é tarde para começar. Nunca aceite que alguém diga que você não pode e que não consegue.”, diz ele que ainda é professor em muai thai, taewkondo e krav maga.

O Estadual de kickboxing será realizado no domingo (25), no Ginásio de Esportes ADEMC, em Colatina. O evento estará fechado ao público por conta da pandemia do novo coronavírus.

Viu algo interessante no mundo do esporte?  Envie sugestão para:

[email protected]Facebook_icon.svgfoto-instagram-esboco-do-logotipo-da-camera_318-56004

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *