Projeto de futebol transforma vida de jovens

O esporte é fermenta de inclusão, transformação, resgate e realização de sonhos. E foi com esse objetivo, de colocar tudo isso em prática, que nasceu, em Viana, o Instituto Mais Querer, um projeto social que, depois de sete anos de história, já contabiliza quase 1 mil crianças e adolescentes atendidos.

Tudo começou a partir de um intercâmbio com a Escolinha do União de Piranema, em Cariacica. Em seguida, surgiu a criação do Futsal da Vila, comandado por Sebastião Furlani, e, aos poucos, a ideia do instituto foi crescendo através das mãos de um grupo de amigos, sob a coordenação de Laziomar Furlani e João Henrique Ramos.

Com aulas de futebol, futsal, jiu jitsu e voleibol, dividido em núcleos, o Mais Querer possui parcerias com outros projetos para poder dar mais oportunidades para os jovens. Hoje, são escolinhas em vários bairros da Grande Vitória e, que em 2020, estendeu para o interior: Santa Leopoldina. Em todos os núcleos, cerca de 300 crianças e adolescentes fazem parte do projeto.

Entre eles, está Luiz Fernando, de 16 anos, que é goleiro e muito talentoso, de acordo com a avaliação do treinador, conhecido por sua garra e sonho em ser jogador de futebol, o adolescente já fez testes em grandes clubes, como o Atlético Mineiro e Cruzeiro e diz que vai persistir para a realização desse sonho até o fim. Gustavo Rangel, 16, também é outro paredão e tem um futuro promissor pela frente. Ambos treinam no núcleo de Cariacica.

“O projeto me ajudou a ter disciplina no esporte, na escola. Me ajuda a ser um bom cidadão. Sonho em jogar em um grande clube, como o Flamengo, ou lá fora, quem sabe jogar no Real Madrid ou no PSG? Estou nessa luta porque meu objetivo principal no futebol é trazer essa felicidade pra mim e compartilhar essa alegria. Meu maior sonho é ajudar minha família: meus irmãos, pai e mãe. Tudo que eles me ajudaram quero poder dar de volta. É como se fosse uma dívida com eles. Quero ter essa felicidade no futebol e compartilhar isso com quem amo”, disse Luiz Fernando.

“O Mais Querer surgiu com a proposta de acolher e realizar mudanças na vida de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. É um desafio que no geral nos remete a pensar no futuro, desenhar o que está por vir e onde queremos chegar. Aos poucos, promovemos mudanças importantes na vida desse público, compartilhando desejos, sonhos, perspectiva e interesses. Quando todas as intenções estão claras e descritas é possível alcançar o que se espera. Isso traz energia e vontade de seguir”, explica Laziomar Furlani, um dos coordenadores.

O objetivo do instituto, de acordo com a coordenação, é o combate e prevenção às drogas, através do bem social por meio da saúde, cultura, educação, esporte e lazer para jovens e adolescentes, tornando e formando atletas e cidadãos. Atualmente, o instituto vive de doações de parceiros, voluntários e através de rifas que as próprias famílias de alunos organizam. Além disso, o instituto segue com fortes parceiros, como o projeto Sonhadores de Bom Pastor.

“A questão de ajuda com material para jogos e treinos, quem nos socorre é a empresa de material esportivo Pratic Sport. O dono é um admirador do projeto e sempre doa ou vende mais barato. Recebemos também recentemente para o núcleo de Santa Leopoldina vários pares de chuteiras doadas por um amigo que mora nos Estados Unidos”, conta João Henrique, treinador.

COMO PARTICIPAR?

Por conta da pandemia, as aulas estão suspensas. Mas, para fazer parte das escolinhas assim que voltarem as aulas, os interessados podem comparecer nos locais de treinamento e fazer a matrícula. Informações via Instagram.

CONFIRA OS NÚCLEOS

União de Piranema (Cariacica)

Projeto Social Geração (PSG Cariacica)

Projeto Social Sonhadores (Bom Pastor, Viana)

Projeto Social Chute de Esperança (serra)

Projeto Social Vôlei do União (Marcilio de Noronha, Viana)

Projeto Social Mais Querer (Santa Leopoldina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *