Bolsistas capixabas conquistam medalhas no Jubs em Brasília

Cinco atletas capixabas, contemplados pelo programa Bolsa Atleta, ofertado pela Secretaria de Esportes e Lazer de Estado (Sesport), medalharam nos Jogos Universitários Brasileiro (Jubs). A competição, principal da categoria na América Latina, acontece em Brasília até domingo (17) e reúne mais de cinco mil atletas de todo o Brasil.

Principal nome da delegação capixaba, o velocista Paulo André Camilo fez valer o favoritismo e conquistou, com sobras, a medalha de ouro nos 100 metros rasos. Campeão da prova em 2019, o atleta, que é contemplado na categoria internacional do programa, fechou a prova com o tempo de 10s52. O segundo colocado, de Santa Catarina, terminou a prova com 10s66.

O carateca Bruno Conde, que também havia sido campeão do Jubs em 2019, subiu novamente no pódio. O atleta, que disputou a competição na modalidade kata e é contemplado na categoria nacional do programa, foi o segundo colocado no evento, perdendo a final para um atleta de São Paulo.

Conde, que, no início da próxima semana, embarca para a disputa dos Jogos Pan-Americanos, no Uruguai, fez questão de enaltecer a importância do Bolsa Atleta e do Compete Esportivo, programas ofertados pela Sesport, para a continuidade dele e de outros atletas no esporte.

“O Bolsa Atleta está sendo fundamental para mim. Por conta da disputa do Pan-Americano, precisei passar um tempo em São Paulo treinando e, sem esse apoio do Governo, seria impossível me manter lá e continuar treinando em alto nível. Esse apoio só me dá mais vontade de me esforçar mais para trazer medalhas para o Espírito Santo”, disse Bruno Conde.

As lutadoras Adriana Moreira e Julia Noledo também medalharam, ambas na categoria nacional. Elas conquistaram, respectivamente, as medalhas de bronze e prata no wrestling (luta olímpica), nas categorias livre -57kg e -68kg.

Paradesporto

Outro capixaba que fez bonito no Jubs foi Carlos Renato, do atletismo paraolímpico, que ganhou o bronze no levantamento de disco. As façanhas do atleta, no entanto, não param por aí. Carlos Renato ainda tem chance de medalhas em outras duas provas: arremesso de peso e lançamento de dardo. Em 2018, quando disputou o último Jubs, o atleta conquistou três bronzes, nas mesmas provas.

Bolsa Atleta

Neste ano, o Programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, 30 a mais que no ano passado, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia de acordo com a categoria do atleta dentro do edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões.

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *