Medidor de Potência, o que é?

Ao longo do tempo surgiram ferramentas para tornar o treinamento do ciclismo mais eficaz, objetivo e distante de erros de prescrição.

Sensores de cadência, velocidade, frequência cardíaca dentre outros surgiram auxiliando atletas e treinadores.

Dentro desse contexto, surgiu o medidor de potência ou potenciômetro que revolucionou totalmente a forma de mensurar e manipular os esforços. 

A cada dia, temos novos adeptos dos medidores de potência. Hoje, o dispositivo é visto nas bikes de muitos praticantes que buscam refinar o treinamento, seja no ciclismo de estrada, MTB ou triathlon.

  • O que é Potência?

Potência no ciclismo é uma medida de força, ou seja, pressão aplicada nos pedais dada em Watts.

  • O que é o medidor de potência?

É um aparelho que consegue medir o torque/pressão aplicado aos pedais e considerando a cadência mostra a potência em watts.

  • Para que serve o medidor?

O medidor de potência serve para mensurar a força aplicada nos pedais e traçar métricas precisas para o treinamento. Ele faz uma relação real e direta com as zonas de intensidades. Diferente da frequência cardíaca (FC) e percepção de esforço que são apenas estimativas dessas zonas.

Vantagens e possibilidades com um medidor de potência são amplas:

  1. Estabelecer zonas de treinamento clara e objetivas. Estabelecendo o FTP (Funcional threshold Power), cria-se as reais zonas de treinos garantindo de forma mais específica os objetivos a serem alcançados.
  2. Monitoramento das mudanças de condicionamento. (Exemplo: durante uma prova de Contra Relógio, assim que finalizei, o medidor já estipulou um novo FTP para ser trabalhado). Torna real a situação vivida pelo atleta e deixando bem próximo da realidade.
  3. Grande ferramenta de motivação. Comparar a cada treino seu resultado, poder falar com os amigos “Hoje atingi 900w! Bati meu recorde pessoal!”, rsrs. Sem contar o comparativo de evolução a cada temporada.
  4. É uma otima ferramenta para educação da pedalada. Com a análise dos arquivos o treinador consegue estabelecer uma relação entre potência e cadência otimizando a biomecânica. 
  5. Objetividade: 240W sempre serão 240W! A potência produzida e mostrada no ciclocomputador sempre será condizente com seu atual esforço. Independentemente da temperatura, umidade, hidratação, condições psicológicas, entre outras variáveis, a potência produzida por você relaciona diretamente com a intensidade que você está aplicando num determinado instante ou intervalo especifico. Resumindo: não há como “se enganar”. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *